E aí galerinha marota, vcs tão susse? Então, minha vida anda extremamente entediante, como todos os meus followers podem acompanhar diariamente.

O fato é que ultimamente não tem acontecido NADA de interessante e eu não tenho feito NADA de legal, ok ok, fui ao cinema duas vezes nessa semana com minhas lindas amigas que eu amo um monte, mas ir ao cinema as vezes cansa e eu sinceramente quero ficar pelo menos uma semana sem aparecer por lá e eu não sei mais como me divertir, sem ser indo ao cinema, logo, prevejo uma semana tediosa, certo?

NÃO!

Hoje aconteceu a grande aventura das minhas férias! hahahah

Minha família veio aqui em casa hoje de tarde, três tias e duas primas, a gente ficou horas conversando e comendo os quitutes deliciosos que só a mamãe sabe fazer, daí mamãe queria mostrar nossos books para elas e pediu para que eu fosse buscar o meu, enquanto eu estava no corredor, porém, ela me chamou e eu fui correndo até ela. O detalhe é que o corredor está com todos os azulejos que sobraram do último banheiro reformado da casa, ou seja, tem uma parede inteira impedida, mas eu estava correndo e PÁ bati meu mindinho em um dos azulejos, gerou um efeito dominó e todos caíram, alguns até quebraram, papai brigou comigo, mas fingi que nada havia acontecido e segui até minha mãe, para ver o que ela queria. Minutos depois, sentei-me no sofá e vi que meu dedo tinha sido cortado, tava doendo MUITO, mas resisti e continuei rindo e fingindo que estava bem, depois que todos haviam ido embora, fui até o quarto do meu irmão e contei a ele o ocorrido, fui mostrar o pequeno corte no meu pé, neste momento percebi que meu chinelo estava todo sujo de sangue e que meu pé estava absurdamente inchado, meu irmão ficou preocupado, foi lavar o pé e passar água oxigenada, espumava bastante, mas eu não sentia nada, tudo que eu sentia era uma dor maldita no pé, não no corte, no pé. Meu irmão tentou encostar no meu dedo, abrí-lo, para poder lavar entre os dedos, na hora que ele foi encostar eu percebi que ia doer muito e pedi para que não fizesse. Não conseguia colocar o pé no chão, andar normalmente, virei um saci andando pela casa. Meu irmão ficou preocupado e disse que eu tinha que ir ao hospital, então fomos. Eu, ele e a namorada dele, no hospital. Chegamos lá por volta de 20h, chegamos em casa 23h. Fui examinada, passei por um exame de Raio-X e então o médico disse que estava com uma pequena fratura no dedo e que deveria fazer “esparadrapamento” todos os dias após o banho, por três semanas. Ele fez o tal curativo para que eu aprendesse e receitou um remédio, saímos de lá, passamos na farmácia, compramos tudo que era necessário e voltamos para casa. Agora não sou mais uma pessoa entediada. Tenho um dedo fraturado para contar história! Uma aventura de verão! Melhor que isso? Só se tivesse gesso pra poder assinar, né?

Nos vemos por aí muchachos e uma dica? NUNCA batam o dedinho em quinas, sem fraturar já dói horrorosamente, fraturando então… Nem queiram imaginar. Tanto que estou até agora sem conseguir andar direito, vão ser 3 semanas interessantes. hahahah

Fiquem bem!

0 thoughts on “A aventura das férias!

  1. Ai May, eu prefiro passar as minhas férias sem uma aventura assim! De aventura dolorida por essas férias bastaram minhas queimaduras de sol! hahaha
    Beeijos

    1. Bem, no fim achei divertida essa história toda, pelo menos aconteceu algo nessas férias pacatas, né. hahah

  2. Oh shit! Caramba, deve doer muito. Eu já quase choro quando bato ele sem machucar muito, imagina fraturando. Boa sorte com os curativos, tomara que melhore logo. (:
    Beijo.

  3. Que lembrancinha das férias ein?
    Pelo menos você vai ter uma história para contar -haha
    Melhoras 😀
    Beeijos :*

Comentários: