A Supremacia da Igreja.

Nasci católica e minha família pertence a essa religião desde sempre.

Quando eu era pequena, adorava ir à missa e sabia todas as músicas, mandamentos da Igreja, história de Santos e até passagens bíblicas de cor.

Não esqueci essas coisas, mas com o passar do tempo, fui aprendendo mais e mais sobre a história da Igreja Católica e então comecei a sentir um pouco de vergonha de pertencer a uma religião que matou várias pessoas consideradas “hereges”,apenas porque eram contra seus princípios.

Passando mais ainda o tempo, comecei a sentir as missas vazias e apenas como um ambiente alienador, pois os padres nem falavam mais sobre o Evangelho em si e os ensinamentos de Jesus, falavam apenas sobre histórias de suas próprias vidas e criticavam o mundo, como se só a Igreja fosse certa.

Descobri então que a Igreja também tem podres. Que é uma instituição rica pra caramba e ainda assim deixa com que vários de seus fiéis sejam pobres e acreditem que devem doar parte de seus ordenados para que os padres possam pagar sua conta de tv à cabo e coisas do tipo.

Os santos, em suma maioria, foram pessoas normais que não fizeram porra nenhuma pra mudar o mundo, mas eram ricos, bonitinhos e tinham seguidores, então vamos lá! São santos.

Há uma tremenda corrupção na Igreja, inclusive nas eleições para papa.

Jesus Cristo não fundou Igreja nenhuma, tendo em vista que ele era um judeu, logo é uma tremenda mentira essa história de que a Igreja Católica é a única verdadeira.

A bíblia que conhecemos e utilizamos em missas e afins foi traduzida para francês, depois inglês e só então para português, o que significa que com certeza várias palavras foram inventadas e não possuem o sentido que deveria.

Jesus nunca escreveu nada e os livros da biblia foram escritos muito tempo depois de quando as pessoas que teoricamente os escreveram viveram.

Segundo a bíblia o dia santo é Sábado.

Se você for pegar uma bíblia para ler e estudá-la, perceberá que grande parte das coisas em que acreditamos, não vêm de lá e sim da Igreja dos poderosos.

Desde que a Igreja Católica foi fundada, bilhões de pessoas já foram alienadas e enganadas e se você é católico e não assiste televisão, ouve músicas “mundanas” ou faz qualquer coisa considerada “pecaminosa”, saiba que estás sendo tão alienado quanto todas as pessoas que vivem a partir das coisas “mundanas”.

É muito difícil não ser alienado e colonizado nos dias de hoje, mas seria útil que cada um de nós tivesse o direito de escolher e pesquisar sobre o que e em que acreditar antes de sair simplesmente acreditando.

Não sou contra a Igreja Católica em sí, sou contra a supremacia e a hipocrisia que ela exerce na sociedade hoje em dia.

E, acima de tudo, sou contra as pessoas terem que ir à missa semanalmente apenas porque é um dos mandamentos da Igreja, se você é católico por obrigação, é melhor não ser.

Religião é algo que existe para te dar prazer e para apoiar as coisas em que você acredita, não para te impor mais e mais regras.

Não me importo se isso está confuso.

Tchau.

0 thoughts on “A Supremacia da Igreja.

  1. Você já viu um artigo do Frei Betto que se chama “A Igreja e os gays”? Se ainda não, leia:
    http://migre.me/57qNk

    E tem uma entrevista de um pastor evangélico, pra não ficar só nos calos dos católicos, né? Ela é bem interessante e o cara bem esclarecido quanto à necessidade do Estado de contemplar os diversos grupos que coexistem na sociedade atual. Taí: http://migre.me/57qOU

    Beijo, Mayra

Comentários: