Ah! O Teatro…

Não sei se já falei disso aqui, mas eu nasci para brilhar.

Sei que fui uma criança tímida e anti-social, mas quando tive oportunidade de brilhar, nunca decepcionei!

Começou em 2001, quando por acaso estava na tv Canção Nova, participando do Cantinho da Criança. Estendeu-se até 2004, onde fiz uma mini-novela e me tornei uma das apresentadoras do Cantinho da Criança. Nesse meio tempo tiveram shows, danças, o Coral Dom Bosco e todas as outras coisas que minha infância de beata que morava em Cachoeira Paulista me proporcionou.

Queria ser atriz. Queria não, quero.

Imaginava que era dona de uma televisão e que tudo que eu fazia era filmado, vivia representando. Minha vida sempre foi uma peça de teatro.

Sei que falo agora para vocês como se eu fosse uma pessoa super famosa, sei que não sou, mas… Sonhar faz bem.

Mudei-me para Curitiba e não perdi tempo, fiz teatro no Pé no Palco por quase 3 maravilhosos anos, problemas me fizeram desistir, mas quem disse que consegui ficar muito tempo longe do teatro? Em 2009 lá estava eu na UTFPR fazendo teatro novamente!  Desisti de novo, mas foi porque achava que não iria a lugar nenhum ali, precisava de algo definitivo. Curso Profissionalizante do Cena Hum, claro!

No começo do ano, porém, não pude entrar no curso, pois era menor de 16 anos… Mas neste semestre eu pude!!!

E foi… MARAVILHOSO!

Sabe, faz mais ou menos um mês que minhas aulas começaram, mas parecem anos.

Parece que cada uma daquelas pessoas faz parte da minha vida desde sempre.

Parece que nasci para aquilo.

Que só vivo de verdade quando estou lá!

E no teatro tudo é legal, tudo.

Adoro os professores, os alunos, a escola, as matérias… Tudo, mesmo!

E então aconteceu nossa primeira improvisação!

Foi na última sexta-feira, na APAE (uma escola para pessoas especiais) e foi super emocionante!

O melhor de fazer teatro não é o status, a fama ou o dinheiro é o brilho no olhar. O brilho que é possível ver no olhar de cada expectador que se sentiu tocado ou feliz com a sua apresentação. Naquelas crianças especiais eu vi isso! E eu vi que não precisa ter o melhor texto do mundo, um ótimo figurino, cenário, maquiagem… Desde que se tenha talento. Nós temos talento e é por isso que tudo flui, tudo dá certo.

Hoje posso dizer que as 8 pessoinhas que conheci há 1 mês e são extremamente talentosas, são também extremamente importantes para mim e hoje eu não consigo imaginar minha vida sem encontrá-las duas vezes por semana, seja para o que for.

É, eu amo o teatro.

0 thoughts on “Ah! O Teatro…

Comentários: