BEDA #27 Devolvam meu Descanso!!!

Sabe-se que tenho 99 problems but to sleep isn’t one. Porém, no entanto, todavia, algo tem acontecido durante meu processo de sonolência. Vamos dizer… eu durmo. No final de semana devo ter dormido, somando sexta a segunda, quase 50h. Mas nunca me sinto descansada. Parece que todo tempo que passo dormindo, continuo acordada.

Quando não estou, de fato, acordada, revirando-me na cama desesperadamente e com uma angústia absurda por ter dificuldades numa coisa tão simples quanto dormir, ainda mais sendo eu. Estou dormindo e sonhando com todas as coisas que tenho que fazer no outro dia. Em detalhes. Prevendo momentos de olhar o instagram, conversar no whatsapp, checar o facebook e os emails. Além das conversas e acontecimentos previstos.

Não sei qual das duas opções é mais agoniante. A primeira demonta uma incapacidade absurda de controle por sobre o próprio corpo, afinal o cansaço existe, a necessidade do descanso está ali, mas, por algum motivo, o corpo insiste em se manter em funcionamento e ignorar a passagem das horas e a necessidade iminente de levantar da cama e fazer algo da vida. No segundo caso, sempre tem a hora de acordar. E não há pior sensação do que acordar e perceber que todo aquele dia que aconteceu na verdade era um sonho e que você vai precisar fazer todas aquelas coisas de novo, só que agora acordada. Isso gera uma constante sensação de deja vù que, sinceramente, é um pé no saco.

É assim que eu tenho dormido, rolado na cama, ou qualquer que seja o nome. Por muitas horas do meu dia. O cansaço não me permite produtividade e entre estar meio acordada ou meio dormindo, eu sempre prefiro a segunda opção. A questão é que, deitada na cama, pelo menos n ão estou passando a vergonha de demonstrar pensamento lento ou desinteresse, coisas muito comuns para pessoas que estão em modo-zumbi. A irritação por não conseguir sair desse modo cada dia aumenta mais, assim como a pilha de coisas que deveriam ter sido feitas.

O psicólogo, irritante como sempre, fica falando que eu preciso ser mais organizada, disciplinada e sempre ter um tempo para lazer, assim não vou me esgotar e vou conseguir dar conta das minhas sete matérias. Eu, mesmo com a consciência de que algo precisa ser feito, não tenho ímpeto de pensar sobre o que fazer, dado que o cansaço sempre acaba por me vencer e o anseio múltiplo por um descanso duradouro não cansa de crescer.

Se todo meu cansaço gerador de sono pudesse ser invertido e se transformasse em ânimo gerador de ações produtivas, minha vida seria muito mais fácil. E aí voltamos para as questões iniciais dessas crônicas: nossos maiores monstros estão dentro de nós mesmos. Sinceramente? Queria conseguir relaxar. (e assim comecei a entender quem usa drogas)

One thought on “BEDA #27 Devolvam meu Descanso!!!

Comentários: