Como era a vida no início do século XX?

Yorkshire, Reino Unido. A Revolução Industrial já teve seu auge e a indústria está cada vez desenvolvendo mais tecnologias. A vida gira em torno de cuidar da propriedade, que é grande. Não é apenas uma casa grande. Os donos desta casa também são proprietários de todo o vilarejo, o que inclui diversas fazendas e outros tipos de prédios. Há uma economia crescente no local, que é gerido de forma tradicional e entra em choque com as “modernidades” que a dita Revolução Industrial prevê. Para piorar, acontece a Primeira Guerra Mundial, bagunçando completamente o modo de vida das pessoas da região, que agora precisavam se juntar ao exército. Mesmo quem não ia para a guerra, acabava tendo sua vida afetada por ela. Os hospitais ficaram lotados de feridos e, de repente, toda a sociedade começou a se redesenhar. Não apenas estruturalmente, mas também em padrões éticos e morais. E as pessoas, que viveram a guerra em seu antes, durante e depois, tiveram que se adaptar às mudanças repentinamente.

Como eu sei de tudo isso? Simples! Assisti a Downton Abbey!

O seriado foi produzido pela Carnival Filmes para a ITV do Reino Unido e teve duração de seis temporadas (2010-2015), compostas de uma média de dez episódios, sendo um deles o Especial de Natal. Cada episódio tem duração média de uma hora. A série foi produzida por Liz Trubridge e Nigel Marchant e dirigida por Andy Goddard, James Strong, Ashley Pearce, Brian Kelly, Ben Bolt e Brian Percival. O elenco conta com Maggie Smith, Hugh Bonneville, Elizabeth McGovern, Michelle Dockery, Laura Carmichael, Jessica Brown Findlay, Jim Carter, Phyllis Logan, Brendan Coyle, Joanne Frogatt e vários outros. O episódio final foi ao ar no último dia 25/12 e eu assisti online e fui correndo fazer um vídeo contando sobre como a série é legal e precisa ser assistida! Não é a toa que se tornou a série britânica de maior sucesso e ganhou tantos prêmios (Guinness Book, Emmy e Globo de Ouro)

Comentários: