Compartilhada.

Eu partilho. Com-partilho. Partilho. Porque compartilhar é uma das melhores coisas do mundo. Não importa se são alegrias, tristezas, sonhos, resoluções ou desilusões, tudo fica muito melhor quando compartilhado, porque de nada adianta viver sozinho, não tem graça nenhuma.

Hoje faz três anos que eu compartilho com vocês as experiências mais agradáveis e desagradáveis da minha vida, que eu sumo e apareço e mudo absolutamente tudo ao mesmo tempo que continuo igual. Três anos que eu cliquei no “criar um blog” e abri-me a um mundo completamente novo, repleto de pessoas magníficas! Em 2010 eu não recebia nenhum comentário e não conversava com ninguém, daí eu conheci Analu e depois recebi lindos comentários da Gabs e depois da Tary e depois de tanta gente que hoje tenho 416 textos e tenho quase mil comentários! Sem contar as visualizações que já passaram de 29000! Nunca imaginei que conseguiria tudo isso simplesmente compartilhando as coisas da maneira porca que eu escrevo, mas eu consegui. E eu amo muito tudo isso. Cada letra aqui escrita, cada comentário e visita recebida, cada vez que vejo um nome novo me lendo e que vejo que foram mais de cinquenta visitas em um único dia!

Jamais arrepender-me-ei de ter aqui compartilhado cada micro coisa que compartilhei. Hoje meu blog inaugura um layout novo, o layout dos meus sonhos que estampa meu filme preferido na capa e que foi feito por uma das blogueiras que eu mais admiro e que eu mais sonhei em ter um layout de. E assim como meu muso McCandless eu acredito que a felicidade só é real quando compartilhada. Ele quem me ensinou. E eu só posso agradecer por poder compartilhar tantas coisas com vocês.

Sejamos felizes e compartilhemos com quem para nós importa.

Aqui vão as respostas mais legais que já recebi aos meus textos:

{…} Ai, May, toda vez que eu leio um post seu sinto que você sambou na minha cara porque você escreve bem demais e eu fico querendo ser assim. Me identifiquei com muitas partes desse post, mesmo eu não tendo a sorte de ter um cheshire cat na minha vida. Ah, fiquei sem saber o que dizer. Beijo!  Karina – Charmming

{…} Eu não me canso de pensar: Como a Mayra é bonita! Pessoa bonita, essa pequena.Já eu, sou do tipo que dá beijos na bochecha. Não aquele encostar de bochecha com bochecha, mas um beijo estalado mesmo – quando gosto da pessoa.Quero um abraço seu (: Del – Bonjour Circus

{…} Mayrinha, me sinto na obrigação de discordar inteiramente de você, acho que pela primeira vez na vida. Primeiro de tudo, quem foi que disse que você não é especial e (ora bolas!) importante? Você é fantástica, e eu não digo isso da boca pra fora. Fico feliz por ter te conhecido e ter a chance de, através de você, das suas palavras, textos e vídeos, poder ver que ainda existe gente legal, que tem sonhos, que pensa fora da caixinha e que quer fazer a diferença no mundo. Aliás, todo mundo é especial e único em potencial. Pena que muitos deixam isso passar e acabam se tornando mais um dentre tantos, mas acredito DE VERDADE que todo mundo pode ser especial e único, basta querer, basta ser quem eles são. Segundo, não se cobra desse jeito. Você é tão nova e tem tanto pra viver! Eu digo isso me sentindo até meio estúpida, porque também me cobro HORRORES e já sofri pra caramba com isso, mas desde o ano passado tenho trabalhado isso em mim e sinto melhoras. É preciso ver que a gente não tem obrigação de ser perfeito. Somos humanos, falhos, vulneráveis, e temos que aceitar isso, porque senão não dá pra levar pra frente. A vida não pode ser um fardo, entende? E não adianta se espelhar em personagens, simplesmente porque eles são PERSONAGENS, não existem no mundo real. A Hermione é sensacional? É. Mas ela existe? Não. E mesmo no livro ela tem sim suas fraquezas, assim como todos temos, e para viver bem e ser uma pessoa melhor é necessário, antes de qualquer coisa, conhecer nossos pontos fracos, aceitá-los, e aí então trabalhar para tentar melhorar, pra tentar ultrapassar isso. E se algum dia ficar difícil demais, naquele dia, se permita cair, dizer que não consegue, entregar os pontos. Não dá pra ser forte o tempo todo e você já é forte demais. Não é qualquer um que aguenta o tranco pelo qual você está passando e é absolutamente normal e natural que você sinta os reflexos dessa crise. Vai passar. Não deixe jamais de acreditar em quem você é, no seu potencial e naquilo que você tem de bom. Se você não acreditar, quem vai acreditar depois? Já disse e repito: se precisar de alguém pra conversar, jogar conversa fora, desabafar e falar besteira, eu tô aqui. Você tem meu celular, meu e-mail, meu endereço (!), meu Facebook, enfim. Grite. Outra coisa: você já assistiu Tudo Acontece Em Elizabethtown? É o filme da minha vida, ao qual sempre recorro quando estou em crise, e o resultado é sempre ótimo. Ele fala comigo de forma tremenda e sempre sempre sempre sinto as coisas clarearem depois de vê-lo. Dicona.
Fica bem, amo você. Abraço beeeeeeeeeeeeeeeeem apertado <3 Anna (Maravilhosa) Vitória – So Contagious  comentário que mais me fez chorar na história do blog.

{…} Acho que foi assim: alguém um dia sentiu uma coisa por outra pessoa. E decidiu chamar de amor. E de repente todo mundo começou a dizer que amor era uma coisa palpável e criaram etiquetas de ”Sim, isso é amor” e ”Não, não é”. Mas como é que eles sabem se fica dentro da gente? Vai ver ninguém nunca sentiu a mesma coisa que o primeiro cara sentiu. A gente nunca vai saber. Mas ainda podemos sentir algo bom. E você pode. Mas entendo suas dúvidas, tenho as mesmas. Quem é o louco que vai resolver me amar? E UAUUUU! Essa cena tira meu fôlego. Se eu fosse fazer o meme, com certeza ela entraria. Como resistir ao Ryan Gosling ”singing goofy”? Amo essa música! E esse filme! Beijo, May may! <3 MilenalindaAgora Moro na Lua

{…} VOCÊ É MARAVILHOSA. SÓ ISSO. NÃO SEI O QUE DIZER, TUDO EM CAPS MESMO. VOCÊ É A MELHOR GÊMEA QUE ALGUÉM PODERIA TER! OBRIGADA, SUA LINDA! E PARABÉNS PARA NOZES! ESTAREI SEMPRE AQUI PRA TUDO E VOCÊ É MARAVILHOSA, NÃO CANSO DE DIZER! <3333 Marie (Gimenez) Raya Is The Top

{…} Puta merda, May, que texto mais LINDO! Sou absurdamente apaixonada por esse filme. Adoraria poder apagar certas pessoas e certas coisas da mente, mas no fundo, sei que não iria gostar muito. Essa parte do “wake yourself up, don’t erase me” é uma que já tá na minha listinha. Queria tanto dizer exatamente isso, sem tirar e nem colocar nada, pra alguém nesse exato momento… só eu sei. =/ E, que droga, você fez a coisa mais linda que poderia ser feita colocando, assim, partes avulsas e baseando seu texto nisso. Amei, amei. Posso marcar como favorito? P.S. Já te disse que amo seu cabelo novo justamente por ele te deixar igualzinha a Clementine? Beijos!! Rafaela VentoinhaEla Rafaela

{…} a escrita como refúgio é fundamental em tempos de guerra. é ela que muitas vezes nos mantem vivos. sou o contrário de você e quase nunca choro, mas felicidade é um conceito totalmente abstrato e, me parece, utópico. Carlos Massari – Crônicas Massarianas

{…} Confesso que realmente não conhecia esse lado dos assentamentos e das pessoas que vivem neles. É aquela velha história: toda história tem dois lados. E é triste que não possamos conhecer os dois lados de tudo. Mas sabe, de uma coisa tenho certeza: com respeito e conhecimento, o ser humano já tem o básico pra viver em paz. um beijo Carolda – Feel The Vibe

{…} Apesar de eu ter aquela jááá conhecida implicância com abraços, nunca tinha visto a moda do ”free hug” da forma como você fala. Vou pensar um pouco mais sobre isso. Mas entendi perfeitamente o que quis dizer sobre a parte chata da amizade virtual. Queria me sentir em casa quando recebo um abraço. Dessa casa eu sempre quero fugir HAHAHAH Mas garanto que do seu abraço eu nunca fugiria. Vanessa Bittencourt – Caixinha de Opiniões

{…} Você é meu orgulho, menininha. Eu fico, sabe; Fico. Já beijei um que eu não sabia o nome, e foi na mesma e única noite onde eu beijei 2 na mesma festa. E voltei pra casa me sentindo um lixo. Afinal de contas, não achei minha boca no lixo e não preciso pagar de moderninha aí e sair pegando um monte quando eu sei bem que nos meus sonhos eu já teria achado a muito tempo aquele em que eu vou querer beijar o resto da minha vida. Eu não vou ser hipócrita e dizer pra você que eu não faço isso, porque eu faço. Me maquio e vou pra balada esperando esbarrar em alguém que faça a noite ser mais animadinha. Só que eu sou daquelas que vou pra balada achando que posso tropeçar no amor da minha vida, e não em arranjar um cara pra pegar, sabe assim? HAHAHA. A mais retardada. Fico por ficar, mas não acho que esse seja o mundo ideal NÃO. Porque eu também sou romântica pra caramba, e me arrepiei toda com esse trecho sobre pegar na mão. Porque você arrasou muito! Isso faz TODO o sentido! Quando você tem toda a vontade do mundo de ficar do lado de um cara de mãos dadas, aí sim, o beijo vale a pena! <3 Te amo! Ana (Rainha dos Comentários) LuísaMinha Vida como Ela É

Obrigada por tornarem real.

10 thoughts on “Compartilhada.

  1. Ai May, que post maravilhoso pra comemorar aniversário! Lindo, lindo mesmo! Tem uma frase que eu nem sei de onde veio, mas que todo mundo sabe. É super clichê, mas eu curto um clichezinho: “Tristeza compartilhada é tristeza pela metade; Felicidade compartilhada é felicidade em dobro!”. Sendo assim, compartilhemos! Você com certeza tem muita coisa linda pra compartilhar, e a gente muita coisa linda pra te deixar como comentários! Te amo! <3

  2. CHATIADA que não estou nos comentários queridos! Mentira, eu sei que sou uma péssima comentarista, tenho consciência disso. Pelo menos eu fui citada e com carinho <3 Hahaha!
    Achei ótima essa sua ideia de comemorar o aniversário com os comentários mais legais dos leitores e com essa retrospectiva toda. Eu adoro o seu blog! Nem sempre consigo acompanhar porque você é ninja demais e posta horrores, mas eu até que tento.

    Parabéns pro Acdua e pra você, Mayrinha!

    Beijos!

  3. Eu ia começar meu comentário dizendo a MESMA EXATA coisa que a Tary disse, minha gente! hahaha tenho um feeling ótimo com essa menina. Mas de qualquer forma, como eu disse no blog da Marie, eu achei essa uma forma muito bonita de agradecer pelo tempo de blog e tudo mais, com as pessoas que realmente sabem o que você passou nesse tempo e que te entenderam e te apoiaram quando você precisava. E nem preciso comentar o presente lingo que você ganhou de aniversário, porque o seu lay tá de matar qualquer um de inveja! Amei principalmente o plano de fundo!
    Beijo, May may.

  4. O meu singelo comentariozinho!
    Eu sempre passo por aqui, mas comento bem pouco porque às vezes não sei o que dizer. Isso que é válido num comentário: ser espontãneo e veradeiro (e não obrigatório)!

  5. Parabéns pelos três anos do blog *–* É um dos melhores que eu leio, e desejo que você possa continuar compartilhando sua vida conosco por muitos outros anos 😀
    Ah sim, e só pra mencionar ~põe as mãos na cara~ eu fiquei tão feliz quando recebi um comentário seu no meu blog, outro dia *o* É uma honra receber um comentário de alguém que escreve tão bem e tem um blog tão lindo! (não é propaganda .—.)
    Um beijo!

  6. Adorei ver vocês (tu e a Marie) agradecendo, porque ter blog é bom por isso: ver as pessoas se identificando com você, comentando… Acho que comento muito pouco aqui e peço perdãããão, não sei o que acontece. Tenho uma síndrome de ler posts e esquecer de comentar. Esse daqui tá aberto na aba faz é tempo só esperando… Para dizer: parabéns, May! Parabéns, querida! Que muitas felicidades cheguem para você através desse blog, e que você seja muito feliz na sua vida também e traga mais posts queridos pra cá.

    Beijo, beijo!
    Parabéns!

    Adoro muito você! x)))

  7. Voltei um post porque precisava dar os parabéns! E eu fui citada! *-*
    Como a Dê, achei lindo a forma que você e Marie encontraram de comemorar. E nossa! MEU DEUS, MAIS DE 400 POSTS!
    Eu tenho dois anos e meio e não cheguei a 100, que vergonha. Mas fico extremamente feliz por você ser reconhecida como merece. Gostaria do seu blog mesmo se não te conhecesse, porque é sempre bom ler o que pessoas como você têm a dizer. Pessoas que pensam fora da caixinha, como disse a Annoca.
    Tenho muito orgulho de você, May! Lembra sempre do quanto você é incrível, tá?
    Parabéns por ser esse alien adorável! E QUE LAYOUT PERFEITO E A SUA CARA!
    Beijo!

  8. Mayróvska, que HONRA ser citada aqui <3 Fico feliz por saber que minhas palavras te alegraram, porque as suas sempre me inspiram e fazem pensar. Todas essas respostas lindas são apenas uma consequência da lindeza e amor que você deposita ao seu espaço, mesmo nos piores momentos. Que venham muitos outros anos e outros comentários e outros textos lindos e, principalmente, outros abraços apertadíssimos <3
    te amo <3

Comentários: