Dia das Crianças!

Ontem foi dia das crianças e eu, ao contrário do Twitter inteiro, permaneci com minha foto de adolescente com nail art e lábio secsy-n

Fui almoçar na casa do meu primo e estava bastante desanimada e pá, mas foi só ver minha família unida e feliz para eu ficar feliz também. O bom de ter uma família GIGANTE é que sempre vai sobrar alguém para conversar e rir com você, te fazendo mais feliz do que antes de chegar ali.

O motivo da minha felicidade não foi ter Sky e poder assistir a “Esqueceram de Mim” em pleno dia das crianças, foi algo bem menor do que isso. Minha priminha de 4 anos ganhou um livro, daí eu perguntei “Meu Deus! Você já sabe ler? Que mentira! Duvido que você saiba ler!” daí minha prima mais velha disse “Ela já tem idade pra saber ler!” daí eu “Ela só tem 4 anos!” e minha prima disse “E você aprendeu a ler com 3!” daí eu olhei pra ela e disse “Como é que você sabe?” E ela disse que sabe muito mais da minha vida do que eu penso. Foi legal saber que a Mayta, mesmo tendo estado tanto tempo longe de mim e convivendo pouco comigo desde que me mudei pela primeira vez, se lembrasse de algo tão marcante.

E depois meu irmão chegou e eu tinha brigado com ele no dia anterior, ele foi se deitar no sofá comigo, mas tinha uma boneca em cima de mim, e a boneca era do mesmo modelo da minha boneca preferida, então meu irmão disse “Tira a Mimilona de cima de mim!” e eu disse “Você lembra da Mimilona?” e ele disse que nunca ia se esquecer das coisas que eu fazia quando era pequena.

Essas duas coisas me fizeram sentir amada, mais amada do que havia muito tempo. Foi aí que percebi que ainda tem gente que se importa comigo!

E, com essas frases resolvi me lembrar da minha infância e é sobre a minha infância que vou falar para vocês hoje!

Minha mãe sempre me ensinou que existem duas infâncias, a que vai até os 6 anos e a que vai até os 12, vou resumir o que aconteceu nas minhas!

Minha primeira infância foi marcada por duas pessoinhas especiais!

A Raíssa e o Guilherme! -haha

A Raíssa era minha melhor amiga, assim como a Isabella, acredito que eu tinha outras amigas, mas só lembro dessas, porque a casa da Raíssa era legal e a cozinha de briquedo da Isabella era meu sonho de consumo.

O Guilherme é o irmão da esposa do meu primo e fomos daminhos do casamento deles, onde meu tio, que foi quem os casou, nos disse que também tinha nos casado, nos fazendo acreditar que éramos casados. A gente vivia juntos, era engraçado! E nos meus aniversários sempre cantavam “Com quem será” com ele e eu ficava vermelha, tenho várias fotos! Lembro que uma vez ele foi provar para todo mundo que a gente era casado, daí me levou num quarto escuro e me deu um selinho, depois acendeu a luz e tinha um monte de gente lá! UHASUHSAUHSAUHSAUHSAUHSAHUSA

Enfim… Até os meus 6 anos eu não fazia nada demais, a não ser cantar e dançar Sandy & Júnior e assistir todos os capítulos de Chiquititas -haha Tá eu também brincava e via filmes, mas… Nada de muito interessante.

Lembro que a Mayta vivia me levando pra passear e cuidava de mim o tempo todo, ela me amava, era engraçado. As primas dela também eram legais e viviam com a gente… A gente brincava bastante e era super divertido!

Daí eu me mudei com 5 anos pra Arapongas, não me lembro de nada de lá. Com 6 anos me mudei pra Cachoeira e foi onde minha infância valeu a pena.

Em Cachoeira eu era popular. Eu fazia parte da televisão Canção Nova, eu era a apresentadora do Cantinho da Criança, fiz uma novelinha, cantava no coral e sempre que precisavam eu cobria a vez das outras meninas nos programas, porque eu era suuper boa e decorava tudo rápido (era isso que me falavam), o fato é que a escola inteira era minha amiga.

Minha escola era super pequena, tinha apenas 4 turmas e cada uma delas tinha por volta de 20 alunos, então, você acabava conhecendo todo mundo.

Minhas melhres amigas na época eram a Carol, a Gabriela, a Aline, a Lilian, a Sabrine e a Bia, mas também tinha a Kathleen! Ela morava nos fundos da minha casa e era mais velha do que eu, mas a mãe dela obrigava ela a brincar comigo, se ela gostava ou não eu não sei, mas que as nossas brincadeiras eram SUPER divertidas, isso eram! Ela tinha vergonha de falar pros outros que era minha amiga e morava na minha casa, mas eu nem me importava, eu adorava a Kathleen, era como se fosse a irmã que eu não tive.

Quando a gente mudou de casa e ela não morava mais comigo, nos distanciamos um pouco e eu não gostava mais de brincar sozinha, então recrutava o Davi e a Rebeca para irem brincar comigo (eles são meus primos), mas eles não brincavam direito, então eu me juntava com as minhas amigas, cada semana em uma casa, para a gente fazer maratonas de brincadeiras, era SUPER LEGAL! *-*

Eu lembro que a gente também era amiga dos meninos, o Luiz Tondato, o Renan Marcondes e o Felipe! E eles também brincavam com a gente! Tirando que o Renan e eu tinhamos certas desavenças porque ele era meio viadinho e o Felipe… Depois falo sobre ele.

Na terceira série minha melhor amiga era a Danielle e eu meio que abandonei as outras… Mas, no fundo, a escola inteira realmente era amiga, fato. Era super divertido *-*

Até que tive que me mudar de volta pra Curitiba!

No meu primeiro ano aqui em Curitiba fui estudar no Stella Maris e eu achava lá super legal! Tinha vários amigos também, tenho a camiseta assinada por eles até hoje! Minhas melhores amigas eram a Ana, a Chris e a Carol e a gente vivia sempre juntas, brincando de várias coisas o tempo inteiro. Até que um dia eu bati na Ana e elas começaram a me odiar e quando elas olharam nos meus olhos e falaram “a gente te odeia”, pedi pra mudar de escola.

Mas a coisa engraçada deste ano foi o Felipe. Fazia 3 semanas que estava aqui e ele descobriu meu telefone e me ligava TODO DIA pra saber como era, o que eu estava fazendo e blablabla, até que um dia ele me disse que estava loucamente apaixonado por mim e que não sabia mais o que fazer, porque eu estava morando muito longe dele e um monte de asneiras, eu fiquei com medo. Mandei ele nunca mais me ligar e quando ele tentava, eu nunca atendia. haha

Enfim, no outro ano fui pra uma escola pública, o Tiradentes.

Lá passei o que considero o último ano da minha infância!

Eu odiava aquela escola. As pessoas eram muito diferentes das pessoas com quem eu era acostumada a conviver, tinha gente que fumava, gente que já tinha ficado grávida, gente com 16 anos na sexta série e coisas assim, fiquei bastante assustada com o lugar, mas me ambientei rápido também! Minhas melhores amigas eram a Jéssica, a Alessandra e a Karina e eu nunca fui na casa de nenhuma delas e acho que elas só vieram aqui uma vez, não tinhamos nenhum contato fora da escola, pois elas não tinham internet em casa e eu só me comunicava com a galera pela internet, hm. A gente gostava de RBD na época e fomos até o hotel deles no dia que eles vieram fazer o show aqui, mas nem conseguimos vê-los, foi frustrante. No fim deste ano lançou HSM e wow eu AMAVA HSM, mas ninguém sabia o que era, pq só passava na tv a cabo…

Por a escola ser uma droga e não ensinar nada, meus pais acabaram me tirando de lá e me colocando no Bom Jesus, onde estou atualmente e onde acho que passarei o resto da minha adolescência. Quem sabe quando eu chegar à juventude não venha aqui contar para vocês sobre as aventuras de uma mente adolescente?

Fiquem bem e sempre relembrem a infância!

Ela é ÓTIMA! haha

;**

0 thoughts on “Dia das Crianças!

Comentários: