Disseram-lhe que ela era fofa, e ela acreditou.

Nunca fui um bom exemplo de auto estima. Sempre acreditei em todas as pessoas que diziam que eu era feia, burra, chata, falante, irritante, estranha, fofoqueira e blablabla, mas quando alguém me olhava e dizia que eu era inteligente, tinha boas ideias e era prestativa, eu olhava para a pessoa e dizia “ai, para de mentir… não preciso dessas coisas ditas só para me alegrar” e nunca cogitava a possibilidade de levar a sério alguma daquelas palavras. Sempre apreciei as críticas, mas nunca os elogios.

Até que um dia, não sei ao certo a razão, disseram-me que eu era fofa e eu sorri e disse “é, também acho” e, mesmo tendo me achado metida depois, fiquei feliz por ter tido coragem de dizer aquilo, afinal se as pessoas dizem algo bom sobre mim elas devem querer que eu acredite naquilo, certo?

Foi assim que criaram o novo monstro que vos fala… Alguém que consegue saber quando faz algo certo, bom e fofo e quando faz coisas ruins e maléficas. Acho que depois de tanto buscar o auto-conhecimento, estou perto de atingí-lo. Meu senso crítico demonstra-se melhor a cada dia, não só para criticar os outros, mas para me criticar através dos outros. Sabendo de meus defeitos e aceitando minhas qualidades, a chance de ser uma pessoa realmente boa torna-se consideravelmente maior.

O fato é que demonstrei eficácia em consertar as falhas de meu sistema, lógico que não sozinha, mas consegui. Se agora estou aqui lhes escrevendo tal texto é apenas para certificar-lhes de que estou feliz e falante novamente!

A biblioteca de filmes aumentou consideravelmente na última semana, além disso há o meme de Dvd’s para ser feito e ainda planejo um post sobre alguns seasons finales de seriados que podem ser úteis para algo.

Aguardem-me, porque estou voltando.

0 thoughts on “Disseram-lhe que ela era fofa, e ela acreditou.

  1. Ahh, que orgulho da nossa mascotinha que aprendeu a aceitar elogios! A vida é assim, May, a gente tem que saber medir as coisas! E você é muito, muito fofa!
    Te amo baixinha!
    Beijos

Comentários: