Dolores Haze, vulgo Lolita.

Hoje é um dia de vitórias para a minha pessoa, afinal depois de QUATRO meses, sim, vocês leram direito, eu consegui terminar um livro e não foi um livro qualquer, foi Lolita, o maravilhoso. Dei pulinhos ouvindo “We Are The Champions” – como sempre faço quando realizo algo depois de muito batalhar – e gravei um vídeo que não chega nem aos pés do que deveria ter sido, mas ando com capacidade para tudo muito diminuta. De qualquer maneira, espero que vocês gostem e se apaixonem e morram de vontade de correr para ler essa maravilha de bolhinhas pretas com gloss rosa. Lo-li-ta <3

P.S.: Agradecimento especial a Anna Vitória e Taryne por terem me feito morrer de vontade de ler essa belezura.

0 thoughts on “Dolores Haze, vulgo Lolita.

  1. Bebê, você é muito fofa! HAHAHHAA, sua cara de brava narrando o livro é ótima, super compenetrada! Que orgulho da mamãe, finalmente leu Lolita! <3
    É um livrão mesmo. Como disse a Tary: É um livro necessário!
    Eu preciso comprar e ler de novo, porque li pelo computador, e me irrito lendo pelo computador, então tenho certeza que perdi trechos importantes pela raiva momentânea.. HAHAHA.
    Te amo!

  2. Quero tanto reler! É um livro necessário mesmo. Principalmente por ser tão bem escrito. Depois de ler você começa a escrever melhor e com mais vontade.

    Você tá tão fofinha no vídeo <3

    Beijos!

  3. oi, você é linda. <3
    Você pensou a mesma coisa que eu, que o Humbert é tão real, e constrói uma história tão absurdamente crível, que faz tanto sentido, que fica real. Achei legal que você também deu crédito ao amor do Humbert, porque eu acho essa nuance tão legal dele. Tem um lado que é doente mesmo, mas outro que é amor. Esses dois lados dele se digladiando é absolutamente sensacional.

    "Mesmo que agora eu seja maior de idade e não possa ser pedofilizada" – te amo.
    Morri de orgulho que você leu esse livro e amou. Amo quando as pessoas que eu amo leem os livros que eu amo e amam também (?).

    Não acredito que você chorou. Fofinha <3 Olha, eu não senti esse amor nessa intensidade. Nunca senti que a Lolita gostasse dele de volta. Acho ela bem oportunistinha. Mas ok, não vou estragar seu amor verdadeiro.

    beijos

  4. Acho que sou uma das únicas pessoas que conheço que não gosta de Lolita. Desconfio de que isso se deve ao conceito de pedofilia que ele carrega e pelo fato de eu ter passado por uma situação tensa de pedofilia quando era mais nova, então o livro me dá uma ojeriza danada.
    Mas devo admitir que ele é, sim, um livro muito bem escrito e uma referência para qualquer pessoa que quer ser um escritor algum dia.

    Só para constar: sua voz, roupa, expressão, tudo é muito fofinho em ti! haha E amei as unhas. ♥
    Beijo!

  5. O jeito vai ser eu tentar pela terceira vez ler esse bendito. Como é possível que todo mundo goste, menos eu?
    Qual é o meu problema? HAHAHAHA
    E seu cabelo é um arrazo, gente, é um arrazo!

Comentários: