É tudo culpa dele!

(do ovo)

Sou fã devota de feriados pelo motivo: despertador less, mas claro que tenho meus favoritos. Natal – brinquedos, família, amigos secreto nada a ver, livros legais de presente, chester + tender + farofa + sobremesa de alguma coisa com sorvete. Páscoa – chocolate.

Minha família é extremamente católica então natal sempre é aquela festa porque uhul Jesus nasceu e páscoa sempre é aquele respiro depois dos dias tristes iniciados na quinta-feira Santa, com a traição do Judas. E os motivos práticos para eu gostar são, em ordem de preferência: chocolates/presentes.

Sempre digo que podem me dar livros em todas as datas comemorativas do ano, que não reclamarei. Só que a isso se exclui a páscoa, a não ser que o livro seja feito de chocolate. Se tem duas coisas na vida às quais sou absurdamente VIDRADA e que acontecem longe de telas e de papéis são: viajar para lugares estranhos e comer chocolate. Quando posso fazer os dois juntos é o momento de felicidade sincera imbatível da vida.

Chocolate é minha comida preferida e ai de quem me disser que não é comida. É meu doce preferido. É meu gosto preferido. Minha sensação preferida. Meu cheiro preferido. Chocolate é o que há. Nem preciso comentar que sou absurdamente viciada nessa porcaria e que por várias vezes tentei me manter longe, me segurei em momentos de aflição e disse “eu consigo passar por essa sem um chocolate por perto!” e várias vezes eu consegui (no Paquistão só existia chocolate em barra – nada de bolinhos, brigadeiros, bolachas – e as barras eram bem pequenas – e deliciosas e muito bem vindas. Passei vários dias sem chocolate e sobrevivi a todos, voltei comendo em menor quantidade e frequência, mas na páscoa tudo se esvai.)

Já me declarei chocólatra várias vezes e as pessoas realmente acham que é brincadeira. Só viciados me entendem. É como se o chocolate desse toda a segurança que você precisa e toda a calma que você busca e toda a felicidade que não se encontra em quase nenhum outro lugar. Tudo ali, a dois palmos da sua boca. E quando o efeito passa é só comer de novo. É legalizado, não é caro e as pessoas te dão porque não percebem o quanto aquilo te faz mal. Eu tenho me sentido fraca quando me rendo ao chocolate, quando tenho aquela sensação maldita de que só vou sobreviver depois que morder um bombom, mas na maioria das vezes simplesmente tenho preguiça de tentar vencer o desejo e me rendo.

Havia duas semanas que eu estava sem barra de chocolate nas mediações de meu quarto. Eu tinha dois bombons, que comeria caso terminasse de estudar. É claro que continuava tomando nescau, comendo nega maluca. pudim e o que mais me ofertassem na sobremesa, além do tradicional chocolate do intervalo de aulas, mas em casa estava sendo eficaz na arte de substituí-lo por paçoca. Consegui passar em frente à loja de chocolates por um mês inteiro sem entrar nela e consegui passar 8h seguidas estudando sem ter comido um tablete 90% cacau para me dar forças. Eu estava me sentindo forte, bem, vigorosa, vencedora.

Aí chega a páscoa.

Meus pais nunca perguntam qual ovo eu quero ganhar, porque eles sabem que só ligo pro fato de ser de chocolate, então me dão barras. Meu irmão não come os dele e quando estão prestes a vencer doa a mim. Minhas tias me dão caixas de bombom e as vezes ganho sobras das crianças que ganharam demais e minha madrinha sempre dá o trufado – vulgo supra sumo dos ovos de páscoa. A páscoa sempre é feliz e suficiente para que eu seja feliz por um mês inteiro de muito vício e compulsão.

Só que hoje não.

Nesse ano ganhei uma barra normal dos meus pais porque “cresci”. Duvido que meu irmão vá ganhar coisas o suficiente para compartilhar comigo e muito menos meus primos. Minhas tias provavelmente vão adotar o discurso de que agora “sou adulta” e não me agraciarão e minha madrinha está viajando. Eu só vou ter chocolates tão normais quanto todos aqueles que tenho o ano inteiro – e que já são bons o suficiente para que eu não divida com ninguém.

E não teria nenhum problema nisso. Se não fossem as mil mensagens de “feliz páscoa” seguidas por “o que você ganhou?” e pela pessoa narrando as mil coisas DELICIOSAS que ela têm e eu não. Se não fossem as propagandas da maldita cacau show e seu ovo de páscoa perfeito. Se não fossem as fotos nas redes sociais de pessoas abraçadas com seus papéis brilhantes. Se não fosse aquele gosto de kinder ovo maxi derretido que não sai da minha boca nunca. Se não fosse todo esse fetiche para com ovo de páscoas que criam na gente e fazem com que um simples chocolate perca toda a graça, só porque ele não tem aquele formato e aquele papel.

Eu não sou do tipo que liga pra marcas, que se importa com dinheiro ou bens materiais. Eu sempre digo que basta eu ter saúde, um livro e uma mala que tá tudo certo e que vou conseguir me virar – mesmo com todas as reclamações, dramas e encheções de saco. Só que na páscoa nada disso funciona. Na páscoa eu sou tão chata quanto todas as outras pessoas do universo e tudo que eu queria era acordar e esse dia já ter passado ou acordar e ter uma cesta com os melhores chocolates do mundo inteiramente à minha disposição.

Jesus, na próxima vez que ressuscitar, favor instruir os humanos a não relacionarem sua volta a alguma comida deliciosamente construída mercadologicamente para simbolizar algo que não tem nada a ver com a sua volta à vida. Amém.

6 thoughts on “É tudo culpa dele!

  1. nossa, cara, que mancada da sua família não dar chocolate porque você cresceu
    isso não deve acontecer
    você tem que lutar pelos seus direitos, sério HAHHA É SÉRIO
    estamos falando de CHOCOLATE, cara, apenas

    eu não sou tão viciada assim quanto você, mas um chocolatinho sempre vai bem

    não é ostentação, mas aqui em casa o pessoal comprou bastante caixa de bombom… se eu tivesse grana, SÉRIO, eu te enviava uma por correio (é que eh meio caro pra enviar e eu tô economizando até o oxigênio). se até o final da semana eu conseguir uma grana, eu envio, pode ser? se quiser me envia seu endereço

    TUDO POR CHOCOLATE

    beijos mayra!

  2. Eu casaria com você AGORA depois desse adendo final. HAHAHAHAHAHA EU TE AMO
    Sempre soube que você era viciada, mas não sabia que era tão grave. Sabe, eu não ganho ovo de páscoa desde uns 13 anos. Nem ligo, sempre tem um chocolatinho rolando e tudo certo. Hoje só ganhei minha caixa de bombons à noite e foi um dia duro por causa disso.
    Desejo uma semana com muito chocolate e nenhuma propaganda maldita da cacau show. Aquele ovo é sacanagem mesmo.
    Beijo <3

  3. Nossa, essa história de que agora somos adultos acontece mesmo em outras famílias? Sempre achei que fosse coisa da minha mãe. Ganho chocolate, mas não mais ovos de páscoa (e nunca ganhei kinder porque é tão caaaaro). Mal ganho presente de aniversário e de natal. Minha madrinha também adotou essa tática e não vejo mais presente dela há uns bons anos. Nenhum problema, os presentes não são a parte mais importante, mas disso eu concluo que 1) sempre foi uma obrigação e agora tem a chance de se livrar da parte chata e 2) que horror que é essa vida de adulta, e olha que eu ainda me considero longe dela.
    Sabendo agora do tamanho da seu vício, to triste 🙁 muito chocolate pra você esse ano!
    beijo!

  4. Sabe, eu sou muito fã de doce, muito mesmo, e amo chocolate, mas não é meu doce favorito. Prefiro bolos, tortas, pudins, mousses e esse tipo de coisa ao chocolate em si, desse eu me canso fácil. Por isso que na Páscoa sempre sobra chocolate aqui em casa, se eu que sou a doceira enjoo com meio ovo, imagina o resto da família que não curte doce de jeito nenhum? Então já tem uns bons anos que eu não ganho ovo, porque meus primos pequenos ganham TANTOS que se eu comer um inteiro (o que nunca acontece) eles nem vão dar pela falta.
    Aí que esse ano minha mãe resolveu fazer algo com relação a isso e disse que estava cansada de ver ovo encalhar aqui em casa, por isso, se eu ganhasse algum, era pra eu doar pra alguém. E parece que só porque ela falou isso, fiquei obcecada por ovos de Páscoa, justamente os perfeitos da Cacau Show. Inclusive cogitei comprar um e esconder em algum lugar. Não fiz isso, mas no amigo secreto do francês ganhei três barras e minha avó me deu uma caixa de trufas que tá aqui na minha escrivaninha.
    Só hoje já comi metade e me sinto esmagada pelo capitalismo que implanta desejos no meu subconsciente, mas aff chocolate é bom demais.
    <33333
    beijos

  5. Pois eu sou totalmente imatura, e por mais que saiba que ovos de páscoa não fazem sentido nenhum e custam um absurdo eu não conseguiria passar a páscoa com barras de chocolate! Sempre peço um ovão da Lacta, por mais que às vezes vá abrir só em maio: Gosto de saber que ele está ali, à minha espera. E por mais que seja ainda mais idiota, passo na frente da vitrine da Kopenhagem e fico pensando se, quem sabe um dia, não experimento um ovo daquele$$$$$$! HAHAHAHA

Comentários: