Guardiões da Galáxia: um filme de super-herois que compensa

          Não sou fã de filme de super heróis, porque acho a constituição deles enquanto personagens um tanto complicada e a missão que eles têm de salvar a Terra nunca me convence completamente. Mas acabo assistindo um ou outro, seja pela ação envolvida, os efeitos especiais, atores, trilhas sonoras ou simplesmente para dar uma chance. Foi assim que assisti a “Guardiões da Galáxia” na última semana e tive que admitir: é um filme legal.

          O universo “mítico” da Marvel está ganhando muitas adaptações cinematográficas recentemente. Além do cinema, os heróis estão invadindo as séries de televisão e os quadrinhos estão se repopularizando. Resumindo: o mundo voltou a falar bastante sobre super-heróis. Pode ser que tudo tenha começado com o super sucesso que o filme “Os Vingadores” teve, mas acho que as coisas são bem anteriores a isso, afinal Hollywood produz filmes de super-heróis basicamente desde que existe. O caso é que agora estes filmes dão dinheiro, então as produções podem ser mais caras, o que gera, para o público, um encanto visual incrível, por causa dos efeitos, fotografia, maquiagem e figurino. Enfim, vemos que são filmes com investimento – e não é pouco. As séries de televisão também estão surpreendendo, em 2015 tivemos a estreia de “Agent Carter“, “Powers“, “Daredevil” e, minha preferida, “Jessica Jones“. Para 2016 estão previstas as estreias de “Luke Cage“, “Iron Fist” e “The Defenders“.

          Já o universo da DC Comics, que agrega outros super-heróis, quadrinhos, filmes e televisão, tem se esforçado para não ficar para trás. Dessa forma, todo ano são lançados alguns filmes destes heróis e em 2015 tivemos a estreia das séries “iZomber” e “Supergirl“, além da continuação de outras que já estavam no ar.

          Voltando ao Guardiões da Galáxia:

Guardiões-da-Galáxia2-750x4001

          O filme foi lançado em 2014 e tem duração de duas horas. Conta a história de cinco seres (apenas um deles é humano) que se juntam por acaso, graças a um objeto místico. No decorrer do filme, descobrem que este objeto tem o poder de aniquilar planetas inteiros e está prestes a cair nas mãos de pessoas que têm essa intenção, então eles se unem (mesmo sendo bastante diferentes um do outro) e tentam combater a destruição em massa.

          O quinteto principal é composto por:

          Groot – Ele é o tronco de uma árvore, que só sabe falar uma frase e é extremamente prestativo e engraçado. Diria que é o personagem mais fofo do filme, responsável pelo alívio cômico, mas ao mesmo tempo com função essencial para a resolução dos problemas.

          Drax – É um brutamontes que estava preso há séculos por matar pessoas e tem como sonho e objetivo de vida vingar o assassinato de sua esposa e filha. Não entende metáforas, o que o torna também um alívio cômico em algumas cenas. E apesar de toda brutalidade, ele consegue cativar nosso coração.

          Rocky Racoon Um guaxinim genética e fisicamente modificado que sabe falar, é bom estrategista e especialista em armas. Anda sempre com Groot e tem a profissão de caçador de recompensas. Pelo simples fato de ser um super herói guaxinim, já é suficientemente engraçado.

          Peter Quill – O humano da história. Foi abduzido ainda criança por um alienígena e se transformou em um aventureiro interestelar, que tem o sonho de ser conhecido como “Star Lord” (Senhor das Estrelas). Está sempre com um walkmen ouvindo uma playlist genial que sua mãe lhe deu na infância – e que se torna a trilha sonora do filme, o que é, por sua vez, uma das partes mais incríveis dele.

          Gamora – Ela é alienígena e órfã, mas foi adotada por um cara malvado do qual vive querendo dar um jeito de se livrar. É ótima em lutas corporais, tendo uma boa reputação como guerreira. Por ter sido obrigada a cometer muitos assassinatos, agora busca redenção.

guardiões elenco

          As mulheres da história

          Gamora, a única mulher do quinteto principal, é tratada como uma personagem inteira, sendo a hiperssexualização de seu personagem diminuta. Ela é essencial para o desenrolar da história, não sendo possível dar continuidade pro enredo sem a sua participação. A coisa melhora quando lembramos que a atriz que a interpreta, Zoe Saldana, é negra e uma das mais cotadas para todos os filmes que contém super-heroínas, tendo estrelado, inclusive “Avatar“.

          Além dela, há sua irmã Nebula, que não busca redenção e trabalha para o vilão da história, mas o núcleo das duas no filme é essencial para o desenrolar do todo. Dessa forma, apesar de serem poucas mulheres em vista à quantidade de homens, é formidável o grau de importância e participação que elas têm. O filme não é repleto de cenas românticas forçadas e as mulheres tem voz, o que é bastante interessante de se observar em filmes de super-herói, e que, ao meu ver, é uma das grandes características que vêm sendo exploradas no universo Marvel.

          Irani Rael/Nova Prime é a outra mulher do filme, general da Corporação Nova, com base em Xandar. Essa Corporação tem como missão proteger o planeta e garantir a paz da galáxia. É basicamente a versão Marvel para a “United Federaton of Planets“, de Star Trek. E é gerida por uma mulher, o que, em se tratando de indústria cinematográfica, não é pouca coisa. A personagem aparece pouco no decorrer do filme, mas suas aparições pontuais são essenciais para o desfecho adequado da história.

          A trilha sonora

          Amante de músicas dos anos 80 que sou, ao ver que toda a playlist de Peter era desta década já vi que seria um filme dançante. Não é a primeira trilha sonora que nos vêm à mente quanto pensamos em filmes de super-heróis, o que torna a junção inovadora e incrível. Ao invés de cenas de ação sonorizadas com músicas instrumentais pesadas, temos o melhor do pop e rock glam embalando as cenas do filme. Creio que isso tenha feito uma enorme diferença na composição do filme e seja um dos maiores méritos para ele. A trilha completa pode ser ouvida aqui.

          Esse é o trailer do filme, não deixem de assistir e gargalhar!

Comentários: