Não sei como foi o terceiro ano de vocês, mas o meu está sendo meio bizarro.

Os professores de todas as matérias explicam tudo exemplificando com cosias sexuais. É como se eles quisessem que a gente acordasse as 6 da manhã planejando transar com a primeira coisa que vissemos pela frente. Totalmente irritante.

Não digo que a gente não tem esses desejos, só acho desnecessário relacionar todos os assuntos com isso.

Eles acham que a gente só aprende se for desse jeito, mas eu acho que não. Duvido muito que meus pais tenham aprendido física dessa maneira, duvido até que meu irmão tenha estudado assim.

Para mim isso é uma tremenda falta de pudor e ensinar os adolescentes a relacionarem tudo com sexo é o que tem gerado tanta gente sem pudor e muitas vezes “puta”.

Analisem comigo, há 20 anos você jamais beijaria um desconhecido. Na época em que minha mãe namorava, o namoro consistia em andar de mãos dadas na rua. Como era a escola dela? De freira. Ela aprendeu sobre sexualidade sozinha e por espontânea vontade, quando era maior.

Não estou dizendo que sou contra a educação sexual, na verdade acho que ela é necessária. Mas acredito que devemos aprender na escola que sexo é uma coisa importante e complexa e não algo que você possa sair fazendo com qualquer um. Sim, eu sei que hoje em dia o mundo não funciona mais assim e sei que muitos estão pensando que sou uma criancinha inocente e blablabla, mas sabe… Eu sou romântica demais para ouvir falarem sobre a forma como eu fui feita com tanta ridicularidade. Sou completamente contra professores insinuarem que adolescentes de 16~17 anos deveriam ter uma vida sexual ativa e sou mais contra ainda pelo fato de eles dizerem isso somente para os meninos e para as meninas falarem “tomem cuidado, eles só querem isso”. É claro que eles só querem isso, os coitados são criados a vida INTEIRA para se prepararem para ser bons nisso. Todos falam que eles devem fazer isso. Como querem que eles pensem em outras coisas?

Acho que essa coisa toda de ridicularização do sexo, de fazê-lo presente seja em séries infantis, seja em novelas das 8 ou programas classificação 12 anos, vai criar uma sociedade cada vez menos puritana e daqui há algum tempo nosso modo de cumprimento será um beijo de língua e “namorar” vai significar transar com a mesma pessoa a semana inteira.

Gostaria de aprender física, matemática, biologia, química, história etc e tal da maneira tradicional, porque não sei sobre as outras 40 pessoas da sala, mas eu não penso em sexo o dia inteiro e eu não acho nada agradável ver os professores falando sobre o assunto, pois automaticamente os imagino nessa situação e, acreditem, não é agradável.

Comentários: