Os 10 filmes mais importantes para mim!

Eu vi sobre esse meme no blog da Anna, mas achei que ele era bom demais para mim, muito difícil e talz… Só que daí todo mundo acabou fazendo e a fofa Tary me indicou e eu pensei “Ah, não sei muito sobre a história do cinema e talz, mas gosto de filmes o suficiente para eleger 10 bem legais” e foi assim que passei mais de duas semanas pensando diariamente em quais seriam os escolhidos para aparecer no post. Como já havia dito para a Tary, meu receio quanto a este meme era justamente porque ele é muito difícil e eu ia ficar com muita pena de deixar vários filmes de fora da lista. No fim das contas tive que estabelecer alguns critérios para a escolha e me esforcei muito para seguí-los!

1 – Não pode ser animação;

2 – Não pode ter tido um post detalhado sobre ele aqui anteriormente;

3 – Tenho que ter assistido no mínimo 2 vezes;

4 – Tem que ter sido realmente importante para a construção da minha vida/personalidade/algo assim.

Então, vamos aos escolhidos!

1 – Ponte Para Terabítia

Esse filme me deu uma sensação de realidade absurda. O final dele me encantou profundamente e reassisti no mesmo dia de tão emocionada que fiquei. Acho muito bonita a amizade verdadeira que cerca os personagens principais, uma amizade sem cobranças onde tudo é possível, desde que estejam juntos. Por muito tempo tentei encontrar um lugar perto da minha casa que pudesse ser minha Terabítia, para que eu, sozinha, pudesse ter minhas aventuras e assim ser uma pessoa muito feliz. Logicamente não existem lugares assim em uma grande capital, mas valeu todos os meus sonhos e planos feitos baseados nessa linda história. Sou apaixonada pela Leslie e acho que a Anna Sophia Robb a interpretou muito bem. Lembro até de ter pego o cabelo dela como modelo para o meu uma vez! Para mim esse filme representa que é possível que contos de fada virem realidade, porém não como imaginamos.

2 – ABC do Amor

Devo dizer em primeiro lugar que odeio o nome que deram em português para este filme. My Little Manhattan (o nome original), faz muito mais sentido. Em segundo lugar, Josh Hutcherson por muito tempo foi meu ator “juvenil” favorito, não é a toa que esse é o segundo filme dele nessa lista, que só possui dois filmes até agora. Esse filme é lindo porque mostra como é o primeiro amor e como reagir a ele. Talvez isso explique o nome em português, mas o nome em inglês é explicável pelo fato de seu mundo se resumir a apenas 10 quadras, que era o limite dado aos pais dele para andar sozinho na cidade. Dentro dessas 10 quadras, ele era o Maioral, ninguém as conhecia melhor do que ele. E então ele se reencontra com Rosemary Telesco e seu mundo muda completamente! Enquanto isso, o casamento de seus pais está prestes a acabar, mas não acaba, porque seu pai olha para o pequeno apaixonado e percebe o quão importante é o amor. A lição mais forte desse filme, para mim, foi a de que palavras guardadas fazem um mau danado. Aprendi que em um relacionamento é melhor conversarmos sobre tudo que pudermos, temos que tentar resolver as coisas por nós mesmos e assim descobrimos que a maioria de nossos “problemas” eram inventados. Palavras não ditas podem estragar muita coisa.

3 – As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl

Tem filme que me entende mais do que esse? Quando vi pela primeira vez soube que Max era uma releitura de mim mesma. O menino criou um planeta alternativo em seus sonhos, com personagens super legais e com muitas, MUITAS, aventuras! Achava o máximo ter que ficar tirando e colocando o óculos 3D no cinema, foi o primeiro filme que vi em 3D e… Foi amor à primeira vista! Todas as vezes que me desestimulam de meus sonhos ou me criticam por acreditar piamente em coisas aparentemente toscas, lembro-me desse filme, do Max e de todas as coisas que aconteceram com ele, Sharkboy e Lavagirl. Taylor Lautner me conquistou aí também, tanto que fui ver Crepúsculo apenas porque fiquei sabendo que teria o sharkboy no meio. As músicas que eles cantam são super legais, a minha preferida é a de quando os dois tentam fazer o Max dormir “sonhe, sonhe, sonhe, sonhe”

4 – Clube da Luta

Esse é o filme preferido do meu irmão e por isso acabei vendo incontáveis vezes, tanto que sou capaz de falar várias falas enquanto os personagens as falam e coisas do tipo. Para várias pessoas esse filme é apenas “um filme sobre a vida de loucos”, para mim é uma grande filosofia de vida. Além do elenco maravilhoso e da trilha sonora super especial, o texto foi baseado na obra homônima escrita por Chuck Palahniuk, um dos melhores autores que já tive o prazer de ler. Trata-se de um homem que percebe que sua vida é muito mais vazia e monótona do que ele esperava que fosse e que precisa de algo para se libertar, para sentir-se útil. Somado a seu desconforto está uma grande insônia que ele percebe que só passará com exercício físico, então, após diversos acontecimentos, dá-se início a um clube de lutas, onde as pessoas vão para bater e apanhar e assim se sentirem mais vivas, com o passar do tempo esse movimento cresce e acaba se tornando uma espécie de ideologia. Diálogos maravilhosos, frases impactantes e de caráter reflexivo são apenas alguns dos motivos para vocês assistirem a este filme que, se bem interpretado, pode te mostrar uma maneira surpreendende de enxergar o mundo e assim poder tentar agir sobre ele. Para mim o ápice do filme é o final, com aquela grande explosão e “Where is My Mind?” ao fundo. Esclarece tudo.

5 – Na Natureza Selvagem

Christopher McCandless é um recém formado de uma grande universidade americana, tem uma família de classe média e que sonha com ele formado em Harvard e ficando muito rico, o problema é que Chris não quer nada disso. Sentindo-se pressionado pelos pais a fazer várias coisas das quais não concorda e tendo que abdicar de seus sonhos pessoais para cumprir os alheios, ele decide parar. Nega seu presente de formatura, doa seu fundo universitário para instituições de caridade, queima todo dinheiro vivo que tinha na carteira, pega seu velho carro e resolve cumprir um de seus maiores sonhos: Ir ao Alasca e viver dele mesmo, sem comprar nada, caçando e vivendo selvagemente. Decide entrar numa grande aventura pelos Estados Unidos e passa por muitos desafios até atingir seu objetivo. Com uma carga ideológica muito forte e uma inteligência absurda, Chris, sob o pseudônimo de “Alexander Supertramp”, desbrava seu país e conquista seu maior objetivo, conhece-se melhor e compreende-se também, aprende coisas extremamente importantes e se auto-realiza. Uma história linda, surpreendende. Um filme apaixonante, com imagens belíssimas, paisagens maravilhosas, trilha sonora perfeita e um elenco de grandíssima qualidade, que deveria ser visto por todos. Só um detalhe, essa história é real, tá? E tem um livro também, extremamente bom e muito melhor do que o filme.

6 – Um Amor para Recordar

O mais clássico dentre os filmes românticos. Nicholas Sparks só é referência para mim por causa deste filme, não que os outros sejam ruins, mas esse foi o primeiro que eu vi e por isso é o melhor. Chorei muito ao assistir, porque ao mesmo tempo que era fofo, era intenso e extremamente trágico. Acho muito legal a lista de coisas para se fazer antes de morrer que a Jamie tem e acho muito lindo da parte do Landon ajudá-la a cumprir! Esse filme me mostrou que todo mundo pode ser amado e que não há obstáculos para quando esse sentimento realmente existe. Mandy Moore é até hoje conhecida por mim por “a menina do amor pra recordar” e, para encurtar um pouco o post, esse filme me marcou muito e merece estar na lista.

7 – Doze é Demais

Peço desculpas a vocês por ter colocado esse filme na lista, deve ser uma decepção para alguns, mas senti que não podia faltar. Nas minhas épocas de apaixonada por Tom Welling esse filme era a única escapatória para o rostinho de Clark que o lindo moço possui e isso significa que eu e minha prima passamos muitos dias assistindo e reassistindo milhões de vezes! Graças a esse filme, descobri que tenho que ter uma família ENORME e bastante diversificada, tal qual essa. A história em sí não tem nada de lindo e maravilhoso, mas isso é o de menos! haha

8 – As Branquelas

Agora vocês devem estar achando que comecei a avacalhar com a lista, mentira. A intenção inicial era colocar um filme de cada gênero, mas não consegui decidir entre vários filmes históricos e de fantasia, nem os de terror etc e tal então resolvi colocar pelo menos uma comédiazinha aqui para que vocês saibam que também tenho meus momentos risonhos! As Branquelas é um dos poucos filmes de comédia que gosto de assistir sempre que passa na televisão, porque mesmo sabendo várias piadas de cor, ainda morro de rir. A cena da batalha de danças para mim é ÉPICA, assim como quando o policial cheira e lambe a calcinha de um dos caras lá HAHAHA Enfim… é um grande besteirol e completamente bobo, mas sei lá… Quando você não tem motivos concretos e sinceros para dar uma boa gargalhada, vale a pena recorrer a recursos como esse!

9 – Across The Universe

Acho que já falei sobre esse por aqui, mas não tinha como não mencioná-lo novamente! É uma linda história de amor, narrada pelas músicas dos Beatles, onde a maioria das coisas que as músicas falam, acontecem. As cenas são lindas, os atores são muito fofos, as interpretações são maravilhosas e a intensidade e emoção que o filme transmite são arrebatadoras. Daquelas que, puts, não tem como você não se emocionar, não tem como não sentir o filme, é como se ele acontecesse em você ao mesmo tempo, é uma coisa muito linda e que faz você cantar Beatles pelo resto do mês lembrando de cada detalhe do ocorrido. Vale muito a pena.

10 – 10 Coisas que Odeio em Você

Julia Stiles e Heath Ledger no mesmo filme, não tem como ser ruim. Aposto que todo mundo já viu trocentas vezes esse, mas é tão lindo que não podia deixar de estar aqui! Como deu para notar, adoro um bom romance, com amor arrebatador e um mocinho que faz o impossível para estar ao lado da mocinha, mesmo que ela pareça marrenta e sem graça. O poema que ela lê para ele, do qual vêm o nome do filme, é um dos poemas que mais me inspira ao longo da vida. Todas as vezes que me “apaixono” por alguém e dá errado, a primeira coisa que me vêm à cabeça é a voz da Julia dizendo as 10 coisas que odeia nele. Simplesmente maravilhoso e se você nunca assistiu, não sei porque ainda não abriu uma nova aba e fez o download. Heath Ledger com certeza morreu muito antes do que deveria.

Bom… Além desses aí os clássicos da Disney também me apetecem, eles moldaram grande parte da minha personalidade, na verdade. Fora isso há ainda Amélie Poulain, que deveria estar aí e os outros vários que já mencionei diversas vezes por aqui!

Não vou indicar ninguém porque é um meme MUITO complicado e exige muito tempo e bom grado então, se você ainda não fez (bastante difícil), mas achou legal e ficou com vontade de fazê-lo, não sou eu quem vai te proibir!

Desculpem a demora e prometo tentar escrever mais vezes por aqui! Beijinhos, boa semana e feliz ressaca de Páscoa!

0 thoughts on “Os 10 filmes mais importantes para mim!

  1. Me senti perdida na lista, só assisti a 4 filmes desses aí!! Não tenho muita paciência pra ficar assistindo filmes :/ mas 10 Coisas e Um Amor pra recordar são meus preferidos e acho que todo que vê, se apaixona <3

    bjos

  2. Além desses tem ainda algumas sagas, que ganharão um post exclusivo e mais centenas de filmes que não saíram da minha cabeça pela manhã, pois ficaram “enciumados”, mas não lembro no momento 🙁

  3. Meu deus essa e a pior lista que eu ja vi.Neenhun desses filmes tem alguma invação no roteiro ou nos efeitos.Cade cidadão kane
    que foi uma das se não a maior inovação de todos os tempos no
    uso da camera essa lista e terrivel

    1. Desculpe-me, mas é a lista dos 10 filmes mais importantes para mim. Cidadão Kane realmente é maravilhoso e inovou o cinema, foi extremamente importante e tal, mas não é um filme importante para mim.

Comentários: