Quando tudo dá errado….

(2/16)

Você sonha que está indo a um grande concerto, acorda e se lembra que o tal concerto realmente vai acontecer. Passa o dia inteiro se programando e preparando psicologicamente para fortíssimas emoções. Vai até o local uma hora antes do início da apresentação e todos os ingressos estão esgotados. What now?

Foi assim que fui parar no cinema, pelo terceiro dia seguido. Não que isso seja um grande problema para mim, pessoa cinéfila, mas bem… Três dias seguidos = estarei falida em uma semana e ainda tenho mais de um mês de férias para sobreviver a. Preciso experimentar o milk shake de leite moça do burger king, parece delicioso!

Enfim, fui ao cinema assistir Missão Impossível, o segundo filme de ação da semana. Lembro-me de um ano atrás, quando fui ao cinema ver O Turista, O Discurso do Rei e o magnífico Cisne Negro. É época de os indicados ao Oscar estarem em cartaz e só tem filme de ação, nada inovador, nada que me faça pensar em quão amazing o mundo das inovações pode vir a ser. Não que ação seja ruim, pelo contrário, Sherlock Holmes foi um filme FANTÁSTICO, capaz de fazer todos os odiadores de filmes de ação amarem, nem que seja simplesmente por ter o Jude Law no elenco. O negócio é que Oscar exige exuberância, revelações, quebra de padrões, desbravamento de novos talentos e tramas mais envolventes. Séries de filmes são muito legais, mas acho que Oscar é sinônimo de filmes mais exclusivos, não vejo nada de promissor entre os em cartaz no momento e aguardo ansiosamente para que o melhor ainda esteja por vir.

Estou com grandes expectativas para o filme com o George Clooney, o tal de “Tudo pelo poder“, o elenco é bom e o filme tem tudo para ser bom também. Estão demorando demais para colocarem os melhores lançamentos em cartaz e estou agoniada.

Haverei de procurar um novo programa para o dia de amanhã porque cinema nessa semana já deu o que tinha que dar.

Um texto completamente irrelevante, eu sei, mas bem… Estou cansada e já sem capacidade de pensar muito.

Houve um belo concerto na cidade (eram mais de 300 músicos no palco!) e eu não fui porque não tive a ideia de andar 100m para comprar o ingresso durante a manhã.

Soy un perdedor. I’m a loser baby, so why don’t you kill me? <- Música do dia.

0 thoughts on “Quando tudo dá errado….

  1. Das últimas vezes que fui ao cinema reparei justamente que estava difícil achar um filme bom em cartaz pra assistir! Ano passado, nessa época, o cinema estava bombando de produções dignas, mas esse ano está realmente lamentável. Depois quero saber qual programa que você inventou, hein!
    Beeijos

Comentários: