Redefinir Configurações Originais

Não pude formatar meu computador. Foram seis meses aguardando o tão esperado dia em que eu ia retirar o windows existente e colocar um outro, inteiramente novo e inexplorado, pronto para ser estraçalhado pelas minhas artimanhas não-convencionais. Só que enquanto fazíamos o processo, descobrimos que não era possível.

Acontece que comprei um notebook que já vinha com Windows (o 8 home suite) e, no decorrer deste ano, fiz o upgrade grátis para o Windows 10. Eis que não é possível retirar o programa do computador, apenas zerar as configurações. Da mesma forma que fazemos com o sistema Android quando vamos doar nosso celular antigo para algum parente e tiramos todas as nossas coisas, deixando as configurações zeradas. Então, o processo que normalmente demoraria horas, demorou apenas alguns minutos.

Eu tinha feito um backup, que hoje em dia não ocupa tanto espaço assim. Acabou que de arquivos imprescindíveis e que eu não conseguiria de outra forma tinha apenas 4GB. Todo o resto ou tinha uma cópia em arquivos online (dropbox, google drive, one drive, evernote) ou eram downloads de seriados e filmes, coisas que podem ser reencontradas e baixadas novamente.

O processo, rápido, tinha a intenção de deixar o computador mais rápido e leve, no entanto não vi diferenças até o momento — exceto na barra de ferramentas, que veio sem o botão de “pesquisa” e eu tive que inserir manualmente depois. Consegui o mesmo esquema de cores, refiz o download dos programas principais e essenciais para mim (antivírus, netflix, steam — e seus jogos, chrome e mphc) faltando apenas o Pacote Office (sempre um problema, uma vez que o original tem preço absurdo e as versões piratas vivem travando em minhas mãos) e o Corel, coisas que conseguirei assim que possível.

No momento, não há diferenças no quesito velocidade de processamento ou alguma qualidade de software que não tivesse aparecido antes da redefinição. Mas não me arrependo de tê-la feito, pois os arquivos inúteis eram inúmeros e já estavam completamente desorganizados. Gostei desse sistema de não precisar reformatar do jeito antigo, porque torna o processo mais acessível. Dessa forma não é necessário ter conhecimentos sobre instalação de software ou semelhantes, porque o próprio Windows te guia durante o processo de redefinição, fazendo com que você não se sinta sozinha nele. É ótimo porque evita entregar o computador a pessoas desconhecidas com a pretensão de realizar o serviço, evitando problemas de vazamento de informação e outros.

Acredito que isso tenha ocorrido apenas por ter comprado um notebook que já vinha com Windows original, pois quando instala-se o programa em um computador “neutro” ou “virgem” a possibilidade de formatação ainda existe. Não tentei instalar o Linux nesta máquina ainda para ver o que acontece. Caso algum dia eu me aventure, entro em contato.

P.S.1: Agora eu também tenho um Medium! Tentarei publicar todos os textos nos dois espaços, mas pode haver dissonâncias. Então, se quiserem, me acompanhem por lá também!

P.S.2: Resolvi levar mais a sério o Youtube e tentar fazer um vídeo por semana, a ser publicado ou na segunda ou na terça-feira. O dessa semana foi sobre a trilogia 1Q84 do Haruki Murakami, vejam! 😀

2 thoughts on “Redefinir Configurações Originais

  1. Oie! 🙂 Eu tinha o Windows 8 de fábrica no meu notebook, mas essa atualização obrigatória do Windows 10 me torrou a paciência. Ela tentava atualizar o sistema toda vez que eu desligava o note, mas como não conseguia, quando ele iniciava, o processo todo era desfeito e ficava nessa toda vez que eu ligava/desligava o aparelho. Daí cansei e instalei o Ubuntu. MELHOR COISA QUE FIZ. Muito mais simples de mexer, vem com tudo que uso praticamente instalado e, caso não, é só baixar o pacote.

    Devia ter feito isso antes, viu.

    1. O meu fez a atualização super fácil, por isso nem esquentei a cabeça. Mas já estou consciente de que qualquer próximo erro o jeito vai ser Ubuntu mesmo! Bom saber que é fácil e prático!

Comentários: