Relembrandoo!

Poxa… Faz teeeempo que não escrevo aqui!!!

Vim aqui escrever hoje sobre coisas que me marcaram, no teatro tivemos que fazer isso hoje e foi tipo… Muito legal!

Serão três coisas marcantes, um ínicio, um meio e um fim. Um no passado, um no passado recente e um que ainda não terminou!

Vamos láa…

1 – A primeira coisa é sobre a Raíssa.

Raíssa era o nome da minha melhor amiga de infância, a gente estudava juntas e vivíamos grudadas! Éramos vizinhas, então uma sempre estava na casa da outra, com ela brincava de todas as coisas possíveis e imagináveis. Fazíamos uma barraca ser um castelo. Eu adorava a Raíssa e sabia que ela também me adorava! Lembro de esquecer meus brinquedos preferidos na casa dela, lembro de ligar pra ela e ficar conversando… Era super divertido! Daí, um dia a minha mãe me disse que a gente ia se mudar para o interior, para morar perto de onde meu pai trabalhava, então eu tive que me despedir da Raíssa. Deve ter sido muito trágica a despedida, porque eu não lembro. Só me lembro de minha mãe dizendo “Não se preocupe com a Raíssa, ela vai continuar sendo sua amiga, onde quer que você esteja.” eu realmente achava que isso seria verdade, éramos como irmãs… Então fui embora. Meses depois, me lembrei da Raíssa e estava morrendo de saudades dela, mas ela nem me ligava mais. Então liguei para ela… A mãe dela estava grávida e ela ia ter uma irmã, tinha mudado de escola e estava super feliz. Ela não sentia falta de mim, pelo menos não aparentemente, então… Por que eu deveria sentir saudades dela?

Desencanei. Superei e fiquei vários anos sem me lembrar da Raíssa, daí voltei a morar aqui. Até hoje, todas as vezes que eu passo na frente da casa da Raíssa eu fico pensando “Será que ela ainda mora aí? Será que ela está bem?”, mas nunca bati na porta para ter certeza.

Assim como tudo começa por um motivo, tudo termina por um motivo.

2- Essa é sobre a Samila!!!

Samila é minha prima mais próxima de idade, digo de idade porque desde sempre moramos a mais de 2 000 km de distância -haha

Ela morava na cidade dos meus avós, praticamente vizinha deles. Eu ia visitar meus avós em todas as minhas férias. E durante todas as férias, obrigava a Samila a brincar comigo! haha

Ela é 3 anos mais velha que eu, então quando eu tinha 4 anos eu adoraaava brincar de panelinhas e de barbie e de coisas assim, mas ela gostava de desenhar, escrever, brincar com os primos grandes e tal. Só que eu não podia brincar com os grandes, porque ia me machucar nas brincadeiras, né, então tinha que me contentar com as panelinhas e as barbies e eu fazia a Samila ficar comigo, mesmo que ela não quisesse. Quando ela não brincava, eu reclamava pra minha mãe, que reclamava pra mãe dela que dizia a ela que se ela não fizesse o que eu queria, apanharia, só por isso ela brincava. Acho que ela me odiava -haha

Quando ela tinha uns 12 anos, começou a querer dormir na casa das amigas e ficar muito tempo no computador, anos depois ela queria sair à noite e tal… Eu que não ia sair a noite com ela, né. E também não ia dormir com na casa das amigas dela e muito menos ficar ao lado dela enquanto ela estava no computador. Então EU a odiava, por ir para lá para ficar com ela e ter que ficar deitada no chão o dia inteiro vendo CHAVES!  A gente brigava um monte nessa época… Mas daí eu completei 12 anos. A compreendi, ficamos mais parecidas e atualmente, acho minhas férias um saaco sem ela e ela também acha as dela um saco sem mim. Conversamos bastante e nos damos suuper bem… Até quando? Só o tempo nos dirá!

3- Um dia minha melhor amiga me convenceu a entrar em um site chamado Neopets, entrei e conheci a Lola, o pai da Lola mora aqui e quando ela veio visitá-lo a conheci pessoalmente! Fiquei super feliz hehehe Fiquei mais feliz ainda quando a Lola me apresentou ao Jay e é sobre eles essa história! Jay e Lola xD

Ano passado virei suuper amiga do Jay, eu falava com ele todos os dias, várias vezes ao dia, sobre qualquer coisa que desse na telha. Tudo que eu precisava ele me ajudava a resolver e vice-e-versa, era a amizade à distância perfeita. Mas daí ele brigou com a Lola eu continuei falando com os dois, mas acho que ela ficou brava por eu falar demasiadamente com ele, como se ele fosse meu melhor amigo ever, sendo que ele era amigo dela antes, sei lá. Só sei que aos poucos comecei a falar menos com ela e cada vez mais com ele! Chegava na escola todo dia pensando “Hoje vou encontrar o Jay!”, quando estava me sentindo mau pensava “Hoje vou abraçar o Jay!”, mas era tudo ilusão de uma mente juvenil, porque eu adentrava na minha sala e percebia que não, eu não estava em São Paulo e que não, o Jefferson não estudava comigo. Vocês nem tem ideia de como eu ficava triste.

Então, no meio do ano fui passar as férias em Cachoeira Paulista e depois iria para São Paulo, conversei com a Lola que me convidou para ir com ela e os amigos dela ao cinema enquanto eu estivesse em SP, disse pra ela que ela TINHA que chamar o Jay, mesmo que o odiasse mortalmente, e ela foi maravilhosa e o chamou! *-*

Aprecei minha viagem à SP, porque não me continha de ansiedade… Eu ia finalmente conhecer o meu melhor amigo!

No dia, não queriam me deixar ir, porque não sabiam onde o shopping ficava e talz… Mas insisti tanto que consegui ir! A fofa da Lola me buscou na estação de metrô e fui com ela e com a Flora até o shopping! Lá conheci os outros amigos deles… A Samanta, a Karina, a Marcela e o outro menino, que não lembro o nome agora, ENFIM. Na hora que o Jay me viu e eu o vi, fiquei tipo “OMG é ele mesmo?” e nem me toquei que deveria abraçá-lo, montar nele, sei lá. Mas ele se tocou hahaha Pulou em mim e nos abraçamos finalmente!

Sério, aquele foi o melhor dia das minhas férias e talvez do meu ano inteiro. Foi acho que dia 17 de Julho, o dia em que eu conheci meu melhor amigo!

Sei que depois disso as coisas mudaram BASTANTE e que atualmente quase nunca falo com eles, mas sei que tenho meu lugarzinho na vida dos dois e que, apesar de tudo, eles gostam de mim. E sei que sempre que eu precisar deles, estarão disponíveis. E… Não vejo a hora de ir para São Paulo again!

Bom… Terminei -haha

Ai… Essas histórias me fazem chorar! UHSUHSAUHSAUHSAUH

Principalmente a do Jay, fiquei TÃO feliz naquele dia!!!

Tem pessoas que realmente marcam nossa vida… Seja no aspecto e no momento que for.

E são essas pessoas que a gente carrega para sempre.

E amigos de verdade são aqueles que mesmo anos sem se ver, quando se veem agem como se tivessem se visto diariamente. É assim que me sinto com o Jay, a Lola e a Samila, mesmo morando muuito longe deles…

São pessoas que eu amo.

É, foi isso que ganhei de presente do teatro hoje… Lembranças.

0 thoughts on “Relembrandoo!

  1. Ei May!
    Eu não gostei tanto assim dessa atividade porque odeio ter que lembrar de coisas sob pressão e não consegui quase lembrar de nada, ahhaha.
    Beijoss

Comentários: