Consider me a satellite, forever orbiting…

Acho que nunca vou encontrar um personagem que me capte tanto quanto Christopher McCandless. É quase uma obsessão. Já perdi a conta das madrugadas não dormidas às quais se fez necessária mais uma vista ao filme sobre sua história, enquanto o coração morria dentro do peito por pensar que eu deveria saber pelo menos esse…

Read More

Ódio do ócio, ócio do ódio.

Eu descobri com doze anos que odiava as pessoas. Todas elas. Eu não tinha a menor vontade de me misturar, porque todas eram inúteis e só iam servir pra um par de risadas e nada mais que isso. Por mais que eu goste de rir, expandir meu contato social só para obter este sucesso na…

Read More

Angústia

Eu entendo as razões para a existência do feminismo. Entendo que as mulheres são tratadas como inferiores em quesitos que realmente não são e que por causa de tamanha desvalorização elas acabam objetificadas e tratadas como nada. Eu entendo que por causa dessa cultura massificada que ensina os homens desde sempre que mulheres possuem ótimos…

Read More

Não Nasci pra V1d4l0k1ss3

Essa é a conclusão chegada pela minha pessoa, que, após muitas tentativas, descobriu ser uma amante devota de sua cama, seus chocolates, livros e seriados. E conversas madrugueiras com os amigos através de bate-papos. Ou um cineminha, dormir na casa da pessoa, ir a um café ou restaurante ou sorveteria e, nos dias empolgantes, uma…

Read More

Coerção Social

Nunca fui do tipo maníaca por encontrar um namorado e nunca entendi as perguntas do tipo “mas você não tem vontade?”, “já tá na idade, não?” ou os desejos de “e muitos namorados” que minhas primas começaram a fazer nos meus aniversários desde os quinze anos. Nunca me imaginei tendo um namorado, isso porque tenho…

Read More