BEDA #22 Fé no Aquecimento

Estava na quinta série quando ouvi falar sobre aquecimento global pela primeira vez. Para mim a coisa foi apresentada como uma certeza. Filmes como “um dia depois de amanhã” e o próprio “a era do gelo 3” (embora esse se passe em um momento bem diferente), sempre me causaram um temor horrível. Ir a praias e perceber que haviam novas barragens para o mar, porque ele começava a atingir as avenidas, me deixava angustiadíssima. Aprendi a escovar os dentes com a torneira fechada e passei a me esforçar para diminuir o meu tempo de banho. Além de ter aprendido o básico sobre reciclagem, reutilização, sustentabilidade, salvem as florestas, amazônia pra sempre e afins.

E então eu conheci pessoas que dizem que aquecimento global é mentira. Que as coisas estão aquecendo, mas pode demorar muitos anos pra acontecer toda a catástrofe que nos é passada. Que ok economizar e se preocupar com a sustentabilidade, mas não há sangria desatada. Essas pessoas dizem que o buraco na camada de ozônio não existe e, se existe, não vai mudar muito a nossa vida.

Então eu passei a ver o aquecimento global de um jeito diferente. Não como uma certeza, mas como uma possibilidade. É inegável que esse ano foi mais quente que o ano passado, por exemplo. Muito mais quente. Até no inverno. Até em Curitiba. É fato que algumas geleiras derretem e que alguns animais entram em extinção e desaparecem. Mas não sei se isso é tão absurdo quanto sempre me foi passado, porque faz parte do ciclo climático períodos de degelo e outros glaciais e, bem, dado os erros na previsão diária de tempo, não consigo acreditar muito nessas previsões à longo prazo.

No fim, o aquecimento depende de uma crença na existência dele. Existem aqueles que acreditam e aqueles que não acreditam. E se ele existe ou não, ninguém consegue provar com argumentos bons o suficiente para desmanchar a outra parte. O interessante é que essa poderia, facilmente, ser a descrição de Deus. E o ponto é que: se mesmo sem as pessoas conseguirem provar empiricamente a existência de deus, atos baseados nessa crença afetaram a história da humanidade basicamente desde que o mundo é mundo, pouco importa a existência do aquecimento global, mas sim as consequências da síntese dessa crença e descrença. A potencialidade de isso ser impactante, a meu ver, é maior do que a necessidade de uma prova de existência ou não. O que interessa é observar a fé na coisa e não a coisa em si.

É , aquecimento global é algo que me intriga.