As Melhores Invenções da Humanidade

Eu sempre fico pensando nisso.  Sempre quis saber o que os gênios pensavam ou estavam fazendo no momento em que tiveram aquela grande ideia que mudou tantas coisas depois. Se eu tivesse uma máquina do tempo, depois de entrevistar fenomenalmente o inventor dela, teria o trabalho de visitar cada um dos grandes inventores que já passaram por aqui, porque, ai, como deve ser bom inventar coisas úteis! Eu vivo pesquisando por elas, existe a lanterna que você acopla ao livro para ler, um apetrecho para manter o livro aberto sem você ter que fazer força nos dedos, robôs que limpam a casa, veículos que andam apenas com um impulso corporal e tantas outras coisas que nem sei! É por isso que resolvi fazer uma lista, elegendo as minhas cinco invenções favoritas!

1 – Guarda – Chuva

Chove desde antes dos seres vivos existirem. Sempre choveu. Porém em uma época remota as pessoas não tinham com o que se proteger, até que, um belo dia, começaram a usar uma tal “sombrinha” para proteger-se do Sol, ela era famosíssima nas moçoilas da corte e quando essa moda passou, a invenção havia sido tão boa que não poderia perder a utilidade, então pensaram: Se ela pode nos proteger do Sol, também pode nos proteger da chuva! E pimba. Começaram a pesquisar tecidos que demorassem mais para penetrar água e as pessoas começaram a utilizar o incrível invento. Meu pai sempre diz que quando era criança, mesmo tendo uma família gigante havia apenas um guarda-chuva. Era muito caro e quando quebrava ninguém pensava em comprar outro, ia para o conserto. Conserto de guarda-chuvas.

Eu não sei se é essa a história do guarda-chuva, mas espero que seja algo do tipo e que o seu inventor seja reconhecido, embora eu nunca tenha ouvido falar sobre.

2 – Energia Elétrica

Dessa eu deveria saber a história e o nome do inventor, na verdade eu até sei o nome dele, mentira, só sei o nome do inventor da lâmpada. Enfim. O que seria de nós, reles mortais, sem a energia elétrica? Arranha-céus com escadas normais, nada de internet ou telefone, nem pensar em semáforo ou simplesmente em enxergar a cara do coleguinha de noite ou assistir a um filme ou ouvir a uma música em algum aparelho tecnológico. Nada disso.

Como ela foi inventada? Bateram as varetas, descobriram o atrito, fizeram fogo e, por algum motivo algum físico resolveu estudar o que tinha por trás disso, descobriu os elétrons e tentou fazer algo para transformá-los em energia elétrica, será? Não sei. Física sempre foi minha segunda pior matéria.

3 – Absorvente Interno

Isso mesmo. Eu sei, parece esquisito, mas merece estar nessa lista por motivos de: o que uma pessoa tem na cabeça pra inventar algo desses? Está andando na rua e de repente “poxa, seria legal inventar alguma coisa que possibilitasse as mulheres se sentirem mais ‘normais’ durante a menstruação”? Sério. Queria muito conhecer esse inventor, não só para desvendar sua mente, mas também para agradecer. Convenhamos, ninguém gosta de ficar menstruada. Ninguém sequer gosta de falar sobre isso, é o segundo maior tabu feminino, todas as mulheres se sentem desconfortáveis com a simples menção dessa palavra. É completamente desconfortável passar dias com uma mini-fralda aparando seu sangue, ainda mais no verão, ainda mais se sair muito sangue. E então surge o absorvente interno, você só precisa colocar ele no local de onde o sangue sai e pode passar seu dia normalmente, sem nem lembrar do desconforto, exceto na hora da troca, claro.

4 – Sapato

Eu sei, devia ser “sapatos e roupas” só que eu acho que em algumas situações roupas não teriam sido necessárias, como no caso dos índios brasileiros que não a usavam, mas os sapatos? Maravilhosos.

Imagine como devia ser morar na Amazônia, calor esfumaçante e pisar naquela areia fervendo, sem ter outra alternativa? Acredito que todos os pés deviam ser cascudos e grosseiros, então uma pessoa tem a brilhante ideia de colocar uma folha embaixo do pé, amarrada em cima, para protegê-lo de possíveis queimas e tudo começa. Todo o desenvolvimento do sapato até chegar no que conhecemos hoje.

Ainda bem que inventaram o sapato porque eu odiaria andar no asfalto descalça, correndo risco de pisar em pedras, cacos de vidro, pregos enferrujados ou simplesmente em coisas quentes ou frias demais, ou nojentas demais. Com o sapato eu posso pisar onde quiser, o único mal que pode ocorrer é sujá-lo ou danificá-lo de algum modo, nada que uma lavada ou um novo sapato não resolvam.

5 – Chocolate

Havia o cacau, um dia o ferveram e misturaram com algumas outras coisas, deixaram resfriar e tã-dã chocolate. Daí Willy Wonka pegou o cacau amazônico e os oompa loompas que o guardavam, levou para sua fábrica e inventou todas as gostosuras que conhecemos hoje. Ai meu Deus, o chocolate. CHO-CO-LA-TE. Essa coisa consegue ser gostosa até quando meramente pronunciada, é uma palavra gostosa, como comida só consegue melhorar. Chocolate não é só uma comida, é uma pedrinha de prazer misturada com um sabor delicioso e incomparável. Chocolate foi a melhor descoberta já feita, o melhor investimento em aperfeiçoamento existente. Tem gente que não confia em pessoas que não gostam de determinado livro ou filme ou música ou série, bem, eu absolutamente não confio em pessoas que não gostam de chocolate. É a oitava maravilha do mundo. Sabe-se lá da onde surgiu ou como ou do que é feito ou quanto custa. É muito bom. E eu sempre vou morrer de pena das pessoas que fazem dietas eternas e não podem deliciar-se dessa gostosura quando bem entendem, porque, ai, isso devia ser um direito de todo cidadão. Devia ter chocolate na cesta básica. Estar incluso no bolsa família ou qualquer coisa assim. Todo mundo devia comer chocolate regularmente. É bom. E é mais que bom poder comer o que é bom.

Logicamente tenho muitas outras invenções preferidas, mas não quero me estender muito, por isso o TOP5. Só quero reiterar que as explicações aqui contidas surgiram da minha cabeça e muito provavelmente não condizem com a realidade, então caso realmente queiram saber a origem dessas coisas, procurem na Barsa (ou no google, sei lá). E se você também tem invenções preferidas e quiser fazer seu TOP5, sinta-se livre a. E me avise para eu ler, claro.

Por favor, Pareça com um Deles.

Eu não acredito em casamento e por isso deixei de planejar o meu há tempos e desde então não faço ideia se algum dia me renderei a esse delírio humano, mas, com certeza, se eu fizer será uma coisa tão épica quanto aquele casal que apareceu no fantástico que casou mil vezes em lugares diferentes e tal, porque se eu casar tem que ser O casamento.

Analu desenterrou um meme mafioso e eu gostei da proposta e resolvi participar, afinal, sou a pessoa que quase a cada livro, filme e seriado que assiste elege um marido e passa a eternidade pensando em quão bom seria se ele realmente existisse e pudesse estar ao seu lado.

1 Richard Hardbeck, Skins

Meu personagem favorito de todos os tempos. Nunca vou me cansar de assistir a terceira geração de Skins só por causa dele. Porque ele é fantástico, é tudo que eu gosto em uma pessoa só. Ele gosta de boa música, abomina pessoas terríveis, tem um coração puramente metal, mas sabe ser doce como ninguém e quando quer ser romântico e apaixonante o faz com uma exelência incomparável. Ele se dispõe a casar fugido com quem ama só pra ter certeza de que sempre ficará ao lado da pessoa! Eu juro que se algum dia eu amar muito alguém vou torcer para que seja pelo menos um pouquinho Rich e que saiba falar inglês britânico pra complementar. Frio na barriga eterno por esse aí.

2 Sidney Jenkins, Skins

Sid é o nerd da história, aquele que mete os pés pelas mãos e acaba fazendo quase tudo errado, mas sabe consertar com sua sinceridade e honestidade e com o sorriso fofo que só ele tem. Escreveu a carta de amor mais legal da história dos seriados e não desistiu das pessoas que amava por mais que elas dessem razão para fazê-lo. Sid representa a perseverança e a graciosidade que eu adoro ver nas pessoas.

3 Clark Kent, Smallville

Esse me levava pro altar sem fazer esforço algum e nem tem uma razão específica que não seja a de, meu Deus, ele é lindo. Ok, Clark me protegeria como nenhum outro, mas também me colocaria em mlhões de perigos, só que eu sei que tudo valeria apena quando ele me pegasse nos braços e a gente voasse abraçados. Deve ser muito bom voar, oras.

4 Chuck Bass, Gossip Girl

Ele é o Chuck Bass, precisa dizer mais? Tá, eu digo. Chuck é aquele cara completamente errado, que sua mãe te alertou para não ficar com, mas basta ele te olhar com aquela cara fofa, falar qualquer coisa e em seguida dar aquele sorrisinho para que todos os seus receios sumam. Chuck estará presente no seu pior fiasco e na sua pior desgraça, ele vai te abraçar e te dizer exatamente o que você precisa escutar. Ele vai te decepcionar e tentar te trocar por dinheiro, mas depois vai fazer as coisas mais lindas do mundo pra tentar se desculpar e ele vai conseguir. Ele sempre consegue. Chuck enrolou um ano pra dizer que amava Blair e quando o fez foi para vários países da Europa, comprou as coisas preferidas dela e deu de presente dizendo eu te amo após cada um dos presentes, em uma das cenas mais lindas que já vi na vida. Chuck Bass me levaria para o altar com apenas um “oi” porque seria o melhor oi do mundo.

5 Patrick Verona, 10 Coisas que eu Odeio em Você

Outro cara errado. Eu sempre gosto dos errados, eu sei, mas Patrick é apaixonante, convenhamos. Ele faz as melhores declarações de amor que podem pensar em existir, mesmo quando você acha que ele vai ser um besta e que está decepcionando horrores, vai lá e conserta tudo e acaba virando o melhor cara do universo. Patrick sabe cantar, dançar, rir e tem ótimas histórias pra contar. Impossível negar um desses no altar, ainda mais se tiver essa aparência Ledgeriana.

6 Michael Moscovitz, O Diário da Princesa

O do pescoço cheiroso. Eu juro que vivo procurando por pescoços cheirosos só pelas coisas que aprendi com esse aí! Michael não fica com a garota só porque estão a fim e se amam eternamente, ele precisa se sentir digno dela. Então ele corre atrás, estuda, faz o máximo para se dar super bem na vida para só depois chegar e dizer “ei, fiz tudo isso pra você, ainda tá afim?” e, logicamente, a garota se derreter de amores e esquecer os anos que passou desejando a morte do idiota que a largou para ir pro outro lado do mundo. Michael é aquele cara absurdamente perfeito e íntegro que toda mãe pediu como genro e que eu adoraria poder chamar de meu.

7 Jude, Across The Universe

Ele é lindo, canta Beatles, é artista e odeia que alguém adentre em seu território previamente marcado. Jude encanta com aquela voz meiga e o rosto sujo, mas o que me faz querer casar, sem dúvida, é seu bom senso artístico. Seus desenhos fora de hora, mas completamente lindos, suas ideias esquisitas e a vontade de proteger sempre sua amada. É claro que seu fosse a Lucy teria tomado as mesmas atitudes que ela, porque não é legal ser impedida de fazer uma revolução, mas eu entendo o moço, ele não podia cogitar a ideia de perder o seu amor e por isso acabou perdendo e quando isso acontece só consigo morrer de vontade de pegar ele no colo, abraçar, dar carinho e dizer “larga ela e casa comigo, vai”.

8 Paulie Bleeker, Juno

Mais um nerd pra minha coleção. Bleek é o garoto esquisito que você normalmente teria vergonha de dizer que é amigo, mas se permite conhecê-lo melhor descobre uma pessoa fantástica, viciada em tic tac e que gosta de música. Ele sabe ser amoroso e não se importa em gostar de alguém que a mãe não aprove, demora mas acaba indo exatamente onde deveria, quando deveria. É todo certinho e canta tão docemente que me faz morrer de vontade de tê-lo pra ninar um de meus filhinhos.

9 Victor Van Dorst, A Noiva Cadáver

Ele é bonzinho, daquele tipo que quer fazer a coisa certa para todo mundo, agradar a maioria, quiçá a todos. Ele faz votos próprios de casamento e são lindíssimos. Toca piano, é mórbido, veste-se de preto e conhece um cadáver falante. Quero uma pelúcia dele pra mim algum dia, já que casar eu não posso.

10 Legolas, O Senhor dos Aneis

Ele é um elfo, o que o torna, automaticamente, o ser mais bonito do mundo. Como se não bastasse ele salva o mundo, nunca erra uma flecha, tem uma orelha linda e um cabelo loiríssimo invejável, olhos que enxergam o além e escuta o que ninguém mais escuta. Não mistura amor com trabalho e está sempre disposto a ajudar a todos e fazer o que é certo. Ganhou meu coração desde a primeira vez que vi e continua a ganhar a cada vez que revejo, se os elfos já são bons, garanto a vocês que Legolas é ainda melhor.

Infelizmente eu não vou conseguir me casar com nenhum destes, mas espero que eu me envolva amorosamente com alguém que ao menos saiba quem eles são e quem sabe seja um pouco parecido com algum deles. Caso isso não ocorra, que pelo menos seja uma pessoa capaz de me amar de verdade e de retribuir toda a minha graciosidade e, lógico, entenda que por mais perfeito que seja nunca será um de meus personagens favoritos que já foram meus maridos em alguns sonhos.

Os Outros Mundos

Anna, Tary, Analu, Lari e diversas outras blogueiras lindas andam por aí fazendo uma lista dos melhores livros do ano, a questão é que eu li apenas 16 livros neste ano e não sei eleger melhores em um hall tão escasso, porque, bem, todos eles foram maravilhosos e essenciais. Como alguns de vocês devem saber eu resolvi fazer vídeos resenhas para todos os livros lidos neste ano e assim sendo, minha retrospectiva literária será um tantinho diferente!

O ano começou lindo com Rudy e Liesel em “A Menina que Roubava Livros”  e brochou um pouco com “O Pequeno Filósofo”.

Tudo melhorou novamente quando conheci o jovem Katchadourian que me apaixonou e foi um dos meus queridinhos até o fim do ano! Claro que Marx e Engels com sua proposta revolucionária também me encantaram e, felizmente, Dartagnan não fica atrás!

Depois tivemos Lolita, o livro mais sofrido do ano, que era tão genial que eu protelava a leitura para senitr mais profundamente a coisa inteira. Não superei esse livro até hoje e quero muito ler outros Nabokov pra ver se mantém ou não o nível.

O livro “bobinho” do ano, que me introduziu na literatura australiana e contou uma história intensa e capaz de me prender na leitura de uma forma que Lolita não foi capaz.

O livro mágico do ano por ter representado a Máfia e a Milena na minha estante. Amei cada página e chorei copiosamente nas últimas. Não foi meu livro preferido porque foi dolorido demais pra eu sequer pensar em reviver tudo.

Chuck é meu autor favorito porque em todo livro que leio descubro mais coisas maravilhosas, niilistas e desencantadoras com uma maneira linda de serem mostradas que me encantam mais do que qualquer coisa. Esse livro teve um gostinho especial por ser a origem do meu filme preferido e conseguiu me surpreender um bocado. Maravilhoso.

Lemony Snicket tinha que dar a honra de sua graça e abrilhantar o ano com a série mais decepcionante, genial e essencial que já li na vida! Amei entrar em contato com os Baudelaire novamente!

Helena é um livro casual, com uma história que poderia acontecer com qualquer um, mas que passa uma tranquilidade e filosofia invejáveis que só a srta Del Lang é capaz de passar para as pessoas! Eikki é um sonho e desde quando li morro de vontade de conhecer a Finlândia!

Um livro de auto-ajuda que foi abandonado, um livro da faculdade objeto de meu primeiro seminário universitário e um Kafka que com certeza marcou meu ano com o jovem Samsa. Amei esse livro e quero muito reler!

Meu queridinho do ano, se eu tivesse que eleger um preferido seria este. Eternamente grata à Bruna por ter me dado porque minha vida não seria a mesma sem este livro espetacular. Todos devem ler Alasca em algum momento e ser um pouco mais Alasca também. Doído na medida certa e capaz de ser eternamente amado.

A primeira história que eu gosto mais no filme do que no livro, embora o filme abstraia o poema que é uma das melhores coisas do livro. A história é linda, mas também doída e trágica demais, tensa demais, só de lembrar já fico angustiada!

O livro maravilhoso que me fez ler 200 páginas em um dia porque eu não conseguia largar tamanha era a vontade de saber o que estava por acontecer, mesmo que eu já tivesse visto o filme. Recomendadíssimo pra quem gosta de mistério. Fabuloso.

Viram? Eu li pouco! O detalhe é que mesmo assim seria impossível fazer um vídeo conciso falando sobre os meus preferidos porque eu sou tagarela e os livros despertam TANTA coisa em mim que nem tem como cogitar a possibilidade de falar pouco sobre eles! Sem contar que fora todos esses vídeos fiz trilhões de textos sobre eles ao longo do ano, então, se quiserem saber ainda mais basta procurarem por livros ali na caixa de busca!

Terminem o ano direitinho!

Tap e Flap Aprovariam.

Eu vi um post parecido com esse lá no So Contagious, porque pra ser legal assim tinha que vir da Anna Vitória, né. E daí, como não sou nem um pouco boba, fui logo fotografar meus sapatos para imaginar o que eles diriam sobre mim, sim, isso mesmo.

Vamos lá!

100_3605

1 – Eu fui comprado na Renner. Na verdade minha dona queria que eu fosse vermelho, mas a mãe dela não deixou, daí foi eu mesmo. O que ela não sabia é que eu seria o tênis preferido dela. Acompanhei-a a quase todos os dias letivos do ensino médio, fui a vários na faculdade também, sem contar os cinemas, teatros, aulas de teatro, shows e todas as outras coisas. Sou velho, minha bunda está toda lascada, mas sei que minha dona jamais me abandonaria!

2 – Fui o sonho de consumo da Mayra por anos. Ela não gosta de ter coisas que todos têm, mas eu fui sua only exception. Em 2011 todos da sua turma de teatro tinham um igual a mim, menos ela, então, assim que ela conseguiu aval para um all star novo, sem a menor dúvida eu fui escolhido! O fato de eu nem ser mais tão branco assim só comprova o amor que recebo <3

3 – Eu fui inesperado. Cheguei a ela como presente-vaquinha em seu aniversário de dezesseis anos. Ela gosta de mim porque tenho morcegos desenhados, mas acha esquisito o fato de eles serem a única coisa branca em mim. Quase nunca sou usado porque costumo deixar todas as meias que me pisam completamente vermelhas…

100_3606Eu sou o mais internacional aqui. Conheço quatro países diferentes! Tudo graças ao fato de eu ser absurdamente confortável e quentinho. Impossível cogitar ver Mayra em um país frio sem eu ao seu lado! Mas não sirvo só para as viagens… Também sou eu o escudeiro fiel de suas idas quase frequentes à academia. Pois é, eu faço milagres.

100_3607

Sou nova nessa família, parte de um acordo da Mayra com a tia dela que coleciona botas, na qual todas as botas deverão ser dadas a ela. Fui uma das primeiras, tenho o cano curto e palmilhas reforçadíssimas, perfeita para um dia frio, mas que requer andanças. O que a Mayra mais gosta em mim são as costuras que ligam meu couro à minha sola!

100_3608

Sou conhecido aqui na sapateira como a “protetora dos pés da nossa dona”, afinal eu sou maior que eles, advenho de uma promoção de uma loja underground em NY e funciono perfeitamente quando o assunto é manter os pés aquecidos e secos durante os famosos temporais curitibanos! Toda vez que sou usada rendo mil elogios à minha dona, mas bem, esse é o poder do grafiti bem empregado, rs.

100_3609

Somos as fofinhas da família, eu fui presente de natal do ano passado, uma promoção bacanuda que estava tendo lá no interior de SP. Sou usada em ocasiões especiais porque solto purpurina por onde passo e nem sempre isso é legal. No começo machucávamos os pés de nossa dona, mas agora já entendemos que a missão da nossa vida é sermos pisoteadas. Minha companheira de bolinhas ali que o diga! Ela foi comprada para uma peça teatral, mas acabou tendo tantas outras finalidades que tornou-se tão tímida quanto seu design… Demos um desconto à pobre coitada, ok?

100_3610

1 – Sou muito versátil. Meio oxford, meio esportivo, perfeito para dias com clima instável. Causo bastante suor em dias de Sol excessivo e é por isso que sempre fujo de pés em dias assim! O record de coisas legais que presenciei ao lado da minha dona foi o prazer de ser o solado que apertou os pedais do carro no dia em que ela conseguiu sua carteira de motorista.

2 – Eu sou lindo. Sei disso. Raramente usado porque sou lindo e assim sendo não posso ser desgastado em momentos não especiais. Faço parte do time da meia estação, do sem meia, do suador, bem… do mesmo time do meu colega aí. Com a diferença de que eu sou lindo e ele não.

3 – Represento a antiguidade na sapateira. Isso porque meu design é muito parecido com o de sapatos da década de 90, mas juro que só tenho um ano! Posso ser usado sem meia ou com meia, mas geralmente acato a segunda opção. Gosto de dias frescos e meu auge foi o piquenique de véspera de vestibular no Jardim Botânico ano passado. Eu arrasei.

100_3611

1 – Eu sou o sapato barato que é utilizado em momentos de pressa e de calor extremo, em locais onde havaianas não seriam bem vistas. Costumava carregar uma flor em meu ventre, mas com as idas e vindas ao cinema do último verão ela esvaiu-se de minhas entranhas. Acontece com os melhores. Eu acho.

2 – Sou aquele que mamãe sempre achou horrível, mas que, graças a uma promoção, ganhou amor imediato. Sou confortável, com uma cor sóbrea e bonita e relembro os gladiadores de uma das épocas históricas mais amadas por minha dona! Fino e casual, tudo na medida certa, este sou eu.

100_3612

1 – Paz e Amor. Esse é o meu nome do meio. Sou florido e gracioso, mas a verdade é que fui comprado para ir a universidade. Lá faz calor quando está Sol e nada melhor para o calor do que uma coisa ventilada, bonita e confortável, como eu. Tenho uma cor linda e minha dona vive fazendo as roupas combinarem com a minha pessoa.

2 – Sou mais sofisticado, tenho até brilhinhos! O problema é que sou meio duro e assim sendo não sou eficaz para longas caminhadas, por esse motivo tenho sido meio evitado em prol de outros sapatos, mas há tempos e roupas que obrigam o meu uso. A verdade é que eu gostaria de me aposentar. Estou cansado de tanta poluição em meu nariz.

100_3613Representamos o glamour da família. Na verdade, eu fui o primeiro salto da Mayra, comprado nas vésperas de sua primeira festa de quinze anos porque no convite dizia “passeio completo” e isso significava salto. Devo ter menos de 5cm, mas a verdade é que só sou usado quando realmente necessário. Meu amigo dourado aí segue o mesmo esquema, com a diferença que advem de uma loja cara, presente de “mocinha” das tias da dona, usado para uma festa de 15 anos também. O salto dele é ainda mais baixo do que o meu, mas fora isso seguimos os mesmos padrões.

100_3614Sou o queridinho. Presenciei os melhores aniversários da dona, a primeira balada da vida dela e diversas outras festas e ocasiões especiais. O salto mais confortável. Aquele que lembra a Minnie, enfim, o mais fofo de todos. Sou muito muito muito amado e, embora raramente usado, meu cheiro de Melissa já sumiu! Não vejo a hora de sentir o cheiro bom do pé da minha dona novamente!

100_3615Sou o aquecedor caseiro dela. Ela não gosta de meias em casa, e é para isso que eu sirvo. Com meu design holandês arrojado e minha combinância para com seu poncho favorito sou peça chave nos invernos . Lindo, charmoso e quentinho, este sou eu.

Somos Tap e Flap e achamos que você também deveria deixar seus sapatos falarem!

É isso que acontece com a sua cabeça quando você estuda Antropologia dos Objetos por muito tempo e começa a se questionar sobre o que aconteceria se os objetos pudessem falar. Bem, é por isso que eu sempre gostei de Castelo Rá-Tim-Bum. Ah! Tem nova vídeo-resenha, confiram!

Minha Estante Virtual

Não ia fazer esse meme porque eu nunca uso o skoob, quer dizer, comecei a levá-lo a sério somente neste ano e nunca fui procurar exatamente todos os livros que li e afins, então ele não é muito condizente com a minha realidade literária, mas a Del me indicou para fazer e eu nunca nego indicações!

Indico:

Agora Moro na Lua

Focault Pede Café

 

Ela Rafaela

 

Eucentrismo

Meu Palanque

Verdade Mal Contada

 

 

1 – Quantos livros você tem na aba LIDO?

77

2 – Qual livro você está lendo?

A Volta ao Mundo em 80 Dias, de Julio Verne. Na verdade, eu deveria tê-lo terminado semana passada, mas fim de ano é complicado e não tenho tido muito tempo pra me dedicar.

3 – Quantos livros você tem na aba VAI LER?

15, são todos livros que eu tenho e ainda não li.

4 – Você está relendo algum livro? Qual?

Nunca li um livro duas vezes, exceto “Viagem ao Centro da Terra”.

5 – Quantos livros você já abandonou?

Segundo o Skoob foram 2, mas com certeza tem muitos mais!

São Bernardo – Graciliano Ramos: Não tenho paciência pra esse tipo de obra e o fato de ser pro vestibular me desestimulou ainda mais. Sem condições.

Crepúsculo – Stephanie Meyer: Li todos os livros da série, mas não consegui passar da centésima página do primeiro por ser descritivo e pacato demais. Não entendo como alguém se apaixonou pela saga baseando-se nesse livro. Lua Nova é muuito melhor.

7 – Quantos livros você já avaliou?

41. Geralmente quando adiciono um livro para a categoria “lido” vou logo avaliando.

8 – Quantos livros você tem na aba FAVORITOS? Cite alguns deles:

15. “Clube da Luta”, “Na Natureza Selvagem”, “Monstros Invisíveis”, “Admirável Mundo Novo”,  “A Droga da Obediência” e todos os Harry Potter e Diários da Princesa.

9 – Quantos livros você tem na aba TENHO?

44

10 – Quantos livros na aba DESEJADOS?

31, mas é a aba mais desatualizada de todas. Não tenho paciência de ir até o skoob marcar todo livro desejado, então quando quero mesmo escrevo na página “livros” no meu blog mesmo.

11 – Quantos livros emprestados no momento? Quais?

No momento estou com dois livros emprestados de uma amiga (“As Vantagens de Ser Invisível” e “Você pode guardar um segredo?”, com essa minha amiga está meu exemplar de “A Culpa é das Estrelas” e com uma outra amiga o de “Precisamos Falar Sobre o Kevin”.

12 – Você quer trocar algum livro? Qual?

Nunca tive vontade de trocar um livro, porque quando eu compro um é porque estou realmente querendo e, assim sendo, não vou querer passar pra frente. Eu coleciono livros, oras!

13 – Na aba META, quantos livros você tem marcados? Conseguiu cumpri-la?

Utilizo essa aba para marcar todos os livros lidos no ano, ou seja, cada livro que eu termino de ler coloco nela, só pra saber quantas páginas sou capaz de ler em um ano mesmo, sem pressão em mim mesma. No momento constam 15 livros lidos inteiros… Fui lerda, fazer o que.

14 – Qual o número do seu paginômetro?

21 876

15 – Qual o link do seu perfil no Skoob?

http://www.skoob.com.br/usuario/292224