O amor de Gerda, um texto sobre A Garota Dinamarquesa.

          A gente ouve falar sobre amor basicamente desde que nos entendemos por gente e na maior parte das vezes pensamos nele como uma coisa boa. Ruim é não amar ou não ser amado. O amor, em si, é algo bom, benéfico, feliz. Pessoas que amam são mais plenas, completas, realizadas,…

Read More

Pronto, falei.

Estou com vontade de me apaixonar. A gente passa dias e dias da nossa vida concluindo inúmeras coisas distintas impulsionados por um monte de gente aleatória e acabamos por perder a capacidade de pensar por conta própria e concluir coisas por nós mesmos. Há muito tempo eu não paro, centralizo minhas energias e escrevo em…

Read More

AI-CI-TEL

A gente era criança e por algum motivo insano decidimos tropeçar juntas pela vida. Faz sete anos e eu ainda consigo olhar pra você e contar tudo que tenho vontade, enquanto sei que você faz o mesmo. Compartilhamos experiências, primeiras vezes, últimas vezes, fim de ensino fundamental, início e fim de ensino médio, faculdade… Dividimos…

Read More

Você

Hoje eu lembrei de você. Faz tanto tempo, tanta coisa nesse fluxo contínuo de tempo e espaço ao qual chamamos vida. Somos apenas um ponto comum que interseccionou duas retas que continuaram a seguir infinitamente e a interseccionar-se ad infinitum com outros alguéns. Apenas rostos, lembranças, histórias e vida construída passo a passo, lado a…

Read More

Inevitável.

A gente não consegue viver sozinho. Ou melhor, conseguimos, mas a partir disso a vida perde totalmente a graça. Como o moço do meu layout dizia, “a felicidade só é real quando compartilhada” e a gente quer que ela seja real, então a gente precisa de gente para compartilhar. E desde que nos reconhecemos como…

Read More