De aventura e de magia, só tem a ver quem já foi criança um diaa #sandy&juniorfeelings -n

Ao contrário do que vocês podem estar pensando, não eu não vim aqui falar sobre a dupla maravilhosa que embalou meus dias de criança, vim aqui contar sobre minha OUTRA história de amor!

Ao contrário do que muitos pensam, histórias de amor não ocorrem somente entre pessoas de sexos opostos e panz, histórias de amor podem ser várias coisas! Afinal, podemos amar bandas, músicas, amigos, professores, matérias, épocas, lembranças, filmes, seriados, programas, atores, cantores, brinquedos, esmaltes e muitas outras coisas!

A história de amor que venho lhes contar hoje é sobre as coisinhas fofas que sempre me fazem mais feliz, SIIM meus esmaltes lindoos *-*

E daí vcs dizem “mas e aquela história de não deixar as coisas consumirem você e blablabla do post anterior?”

E eu digo que concordo plenamente que não devemos deixar as coisas nos possuir, mas quando se trata de esmaltes eu simplesmente NÃO consigo fazer isso!

Enfim, vamos começar a história bem do comecinho…

O começo foi no ano de 2002. Eu morava em Cachoeira Paulista – SP e na esquina da minha casa tinha uma lojinha de cosméticos, chamada “Fé Cosméticos”, quase toda vez que eu ia visitar minha avó, que morava ali perto, eu passava na lojinha e ficava olhando as coisas que haviam chegado.

Um belo dia encontrei uma cesta repleta de esmaltes, estavam em promoção, apenas R$1,00!

Desde que me entendia por gente via minha mãe usando os produtos que vêm dentro daqueles vidrinhos e naquela cesta vi cores que nunca tinha visto antes. Voltei para casa, peguei meu dinheiro e fui na Fé Cosméticos pegar as cores que queria. Acabei comprando uma “coleção” de esmaltes da Realce & Passe Nati.

Lembro que tinha um verde, um rosa, um laranja e um azul escuro brilhante muito lindo!

Acho que tinham mais, mas só me lembro desses.

Enfim, comprei esses esmaltes e eu usava uma cor por semana.

Nunca tive dinheiro para ir na manicure, então minha mãe cortava minhas unhas, eu lixava e pintava sozinha. O incrível é que mesmo eu tendo apenas 8 anos na época, ficavam decentes as unhas!

Minha avó não gostava que eu pintasse, ela dizia que eu era muito nova e aquelas cores eram muito feias e extravagantes, meninas direitas não deveriam usá-las. Eu não ouvia a minha avó e continuava passando e todas as minhas amigas me achavam loucas e todo mundo me conhecia por ter as unhas coloridas e eu achava isso o máximo!

Minha avó morreu e eu fiquei com remorso, porque passava mais tempo pintando a unha do que ao lado dela, então dei um tempo com os esmaltes.

Em 2004 eu descobri a francesinha. Comprei 3 vidros de renda e 1 vidro de branco e eu usava francesinha basicamente toda semana. Minha mãe sempre me dizia que nem precisava, porque minha unha já era bem branca e tal, mas eu nem ligava, fazer francesinha era mágico!

Com a moda da francesinha, voltei aos poucos a usar esmaltes. Meu sonho era pintar a unha de branco, mas eu achava que era coisa de gente grande, então não pintava.

Em 2005 me mudei para Curitiba e eu ia estudar numa escola de gente riquinha, então esmalte branco era perfeito! Usava unhas brancas sempre e era super legal!

Morar na capital facilitava as coisas com os esmaltes, em toda farmácia tinha cores lindas e que minha mãe permitia que eu usasse. Nunca me importei com marcas, se tivesse uma cor legal eu tava carregando.

Em 2006 comecei a me apaixonar de verdade por aqueles vidrinhos coloridos mágicos *-*

Era muito raro me ver por aí com as unhas naturais, SEMPRE estavam pintadas. Adorava meu azul claro da avon, mas também abusava de glitteres e de rosas.

Em 2007 conheci mais profundamente marcas como Impala e Risqué e comprei vários rosas, na época rosa era a cor do momento. Meu sonho era usar vermelho, mas minha mãe não deixava, por ser vulgar. Fracassei em tentar convencê-la a comprar um vermelhão para mim, mas a convenci a comprar um quase vermelho, daí comprei o malícia-Risqué.

Na época, minha irmã gêmea fofa, a Emi, usava esmaltes super legais e eu invejava as unhas dela. A Brenda também tinha esmaltes legais e eu queria ter esmaltes legais! E para mim, esmaltes legais se resumia a vermelho. Por que? Sei lá! Porque eu já tinha usadoamarelo, verde, rosa, azul, laranja ~TUDO~ menos vermelho!

Então convenci minha mãe. Comprei o desejo-risqué e exibia unhas vermelhas *-*

Um dia a Brenda foi com um esmalte rosa invejável para a escola, era da coleção gloss da impala. Ao ver aquela cor nas unhas dela eu sabia que eu precisava daquele esmalte.

Não descansei até encontrar.

E isso já era em 2008!

E eu encontrei! Encontrei a coleção inteira, INTEIRA! E conheci a loja perfeita, a Diva.

Nossa, eu passava hoooras lá escolhendo esmaltes e chegava em casa e passava. Sábado era o dia de fazer as unhas.

Nunca deixei a unha crescer, sei lá, acho que não ficava bem em mim, então as mantinha curtinhas e quadradinhas e bem lixadas e sempre, mas SEMPRE pintadas.

Em 2008 fui convencida a tirar a cutícula, mas não foi um hábito que levei a diante, nunca tive muita cúticula e para tirá-la eu tinha que pagar, então… Para que?

Nessa época descobri as unhas decoradas. Mas não falo de florzinhas e coisinhas assim, porque isso eu fazia desde 2002.

Descobri as misturas que eu poderia fazer com esmaltes, descobri listras, francesinhas com cores diferentes, adesivos, descobri tudo!

Nas férias, ficava colando e descolando aqueles adesivos que vinham em chicletes e revistas, mas adesivos para unhas sempre eram maiores que as minhas unhas, daí eu não usava muito…

Em 2009 eu fui na Diva e refiz minha coleção de esmaltes. Agora ela era maior, tinha amarelo, pink e  pistache da impala, daí tinha laranja da colorama, obsessão, malícia e desejo da risqué  mais alguns que não me lembro os nomes. Além, claro, de alguns glitteres e da coleção Gloss.

Nunca tive medo de inovar ou experimentar novos esmaltes, e em 2009 eu amava TANTO meus esmaltes que ficava com raiva se via alguém usando os mesmos que eu, ou se alguém usava os meus. Comecei então a ter ciúmes dos meus pequenos vidrinhos coloridos.

No fim de 2009 eu estava cansada da minha coleção de 46 esmaltes. Era como se eu tivesse eles por tanto tempo que não aguentasse mais olhar para eles. E eu não aguentava. Então, peguei todos aqueles que estavam duros, que eu tinha usado muito, que eu tinha enjoado e blablabla e joguei no lixo.

Nossa, foi a melhor coisa que eu fiz! Me senti livre de um peso e achei que finalmente ia conseguir sobreviver vendo unhas normais nas minhas mãos.

Daí eu fui pra NY. O que é aquela loja da Claire’s? Me explica. Aquilo lá é uma perdição. É A perdição. Acabei comprando um kit com 6 mini-esmaltes e eu teria comprado bem mais, mas não tinha mais dinheiro. Cada esmalte era uns 3$, aqui custa 1R$. Mas eu não me contentei com meu kit de 6 esmaltes e fiz minha tia comprar mais 2 para mim no mercado. Fazer o que, não tinha aquelas cores aqui no Brasil, posha.

Daí eu usei 5 esmaltes em 10 dias.

Quando cheguei aqui acabei dando um dos esmaltes que tinha comprado lá, só sobraram 7 para mim. Quando voltei de Fortaleza, descubro que as cores que eu tinha comprado lá (que eram 6 cores neons e quase foscas, lindas) eram a última moda aqui. Ai gente, me senti tipo O lixo.

COMO eu não sabia que seria a nova tendência por aqui?

E se eu soubesse, não teria comprado, né. Teria comprado aqui que seria mais barato.

Fiquei com muita raivinha de mim mesma.

Daí eu descobri o www.maofeita.com.br e com ele trocentos de outros blogs e então eu fiquei tipo “WOW! Tem tanto esmalte legal nas lojas! Preciso deles!”

E fui na diva procurar, mas a diva não me satisfazia mais. As três divas juntas não me satisfaziam mais. Comecei a procurar esmaltes na Casa Costa, mas na Casa Costa não tinha tudo que eu queria! Então descobri a ~FABULOSA~ loja da Manicure e em meados de Fevereiro eu já tinha 46 esmaltes de novo.

Mas quem disse que eu pretendi parar por aí? No way!

Então, toda semana eu vou nessas lojas e procuro esmaltes novos.

Mas não é toda semana que tem esmaltes novos na loja, nem é toda semana que eu tenho dinheiro, então o que eu faço? Eu faço listras, francesinhas, espanholas, uma mão de cada cor, faço qualquer coisa que me dá na telha, mas eu faço. Faço tudo que posso para ter as unhas mais diferentes e bonitas possíveis.

E eu troco de esmaltes a cada 2 dias, basicamente.

Mas, não. Eu não sou neurótica.

Só é meio impossível para mim sobreviver olhando para as minhas unhas, se elas estiverem sem cor.

E pintar a unha é extremamente relaxante, legal e divertido!

É meio que a única coisa que eu sei e gosto de fazer e que eu posso fazer sempre que eu quiser!

E eu sempre quero, então… Eu sempre faço!

As pessoas que convivem comigo sabem que quando fico mais de 4 dias com o mesmo esmalte, é porque eu realmente não estou psicologicamente bem.

E eu sei que isso não é normal.

Não é normal sentir uma necessidade absurda de possuir o esmalte tal.

Não é normal sentir ciúmes das pessoas que frequentam as mesmas lojas que você e que têm os mesmos esmaltes que você, mas GOD é TÃO legal ter as unhas arrasantes enquanto a galera tem as unhas podres.

É tão legal explorar novas coisas enquanto a galera ainda está torrando os matte fluors delas.

É tão satisfatório andar na rua e saber que você está linda e absoluta, mesmo não se chamando Stephany.

É TÃO legal chegar na loja e encontrar aquele esmalte que você sempre sonhou!

É TÃO, TÃO, TÃO LEGAL! *-*

Então, tipo se você gosta de fazer uma coisa, não importa o que seja, não importa quem te apóie, se você gosta e tem condições de fazer, FAÇA. Faça quantas vezes quiser, quantas vezes puder. Gaste todo dinheiro que você tiver, todo o tempo que você tiver, deixe de estudar para provas e de fazer coisas que deveria para fazer aquilo que você gosta, mas FAÇA O QUE VOCÊ GOSTA! Just… Do it! Você vai se sentir tão bem quanto eu.

ELES SÃO SESSENTA AGORAA *-*

Essa é a minha coleção atual, 60 esmaltes por enquanto!

Esse é meu maior sonho de consumo, Matt Plus – BU, comprei hoje e estou MUITO feliz *-*

Enfim, é isso!

E, por mais ridículo e tosco que possa parecer.

Por mais errado que possa ser,

comprar esmaltes e fazer as unhas me faz uma pessoa mais feliz!

;*

Comentários: